Jorginho do Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Jorginho é o técnico do Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

LANCE!
14/02/2016
12:00
Rio de Janeiro (RJ)

Técnico de futebol desde 2005, Jorginho tem ainda uma estrada para percorrer na carreira se comparado a Muricy Ramalho, na função desde 1993. Apesar disso, o comandante do Vasco, que enfrenta neste domingo justamente Muricy, no lado do Flamengo, tem vantagem pessoal no confronto. Foram quatro jogos em que se enfrentaram nos últimos anos, com duas vitórias para Jorginho, um empate e uma vitória para Muricy.

Deixando esta “rivalidade do bem” de lado, Jorginho afirmou ter profunda admiração no trabalho feito por Muricy Ramalho como treinador. Em entrevista coletiva na noite de sexta-feira, o técnico do Vasco fez elogios ao rival de logo mais, se espelhando na carreira.

– Um ex-atleta que se encaixa no meu perfil, um cara muito vencedor, também como treinador, é meu objetivo chegar no nível dele de conquistas, um cara de muito respeito, ficamos felizes como ele é um cara família, além de ser um grande profissional e homem. Certeza que ele me espelha, gosto muito – afirmou o técnico Jorginho.

Dos quatro encontros entre os treinadores, dois aconteceram em 2011. Jorginho era o treinador do Figueirense e venceu em ambos os jogos o Santos de Muricy Ramalho. O time santista, na época, contava com a dupla Neymar e Ganso.

Já em 2013, à frente do Flamengo, Jorginho empatou com o Santos, ainda com Muricy de técnico. Na Ponte Preta, meses depois, Jorginho reencontrou o Muricy no comando do São Paulo e foi a única vez que saiu derrotado, por 1 a 0.

Neste domingo é o quinto encontro entre eles. A vantagem continuará?

AS CARREIRAS

Jorginho
Começou a carreira como técnico de futebol em 2005, no comando do América. Desde então, passou por Goiás, Figueirense, Kashima Antlers (Japão), Flamengo e Al-Wasl (Emirados Árabes), antes de chegar ao Vasco. Ainda não conquistou título em solo brasileiro. Em 2012, no Japão, ganhou a Copa Suruga Bank e a Copa da Liga Japonesa.

Muricy Ramalho
Seu primeiro trabalho na carreira como técnico de futebol foi em 1993, no Puebla (México). Na sequência, passou por equipes como o São Paulo, Náutico, Santa Cruz, Figueirense, Internacional, São Caetano, Palmeiras, Fluminense e Santos. Tem uma vasta lista de títulos, como o Campeonato Brasileiro (quatro vezes), a Copa Libertadores, e estaduais paulistas e gaúchos.