Campeonato Carioca - Vasco x Bangu (foto:Wagner Meier/LANCE!Press)
Igor Siqueira
13/03/2016
19:19
Rio de Janeiro (RJ)

A vitória do Vasco neste domingo sobre o Bangu teve como peças importantes dois jogadores que não costumam ser protagonistas nos jogos do Cruz-Maltino e são mais alvos de críticas do que elogios. Mas Jorge Henrique, até pelo gol que fez, e Julio dos Santos, pela dinâmica no jogo e no lance do gol, foram muito elogiados pelo técnico Jorginho após a partida.


- Isso aí me dá cada vez mais a confiança de permanecer acreditando no que estou vendo diariamente. Entendemos o torcedor, ele é completamente apaixonado. Eles são táticos para a equipe. Nem sempre o Jorge Henrique é extremamente efetivo no ataque, mas ele facilita o trabalho do Andrezinho e do Julio César. Da forma que jogamos, temos uma proteção grande nesse lado esquerdo. No outro, não temos, porque o Julio tem que fazer um percurso maior para fazer. São jogadores que contribuem muito com a equipe e vou continuar tendo paciência com o torcedor porque estamos enxergando mais do que um simples momento. Entendemos o todo, uma visão mais tática - afirmou o treinador vascaíno.

Apesar de ter gostado do time na primeira rodada da Taça Guanabara, Jorginho cobrou uma melhor pontaria do time, já que as oportunidades estão sendo criadas, sem que haja dependência das bolas paradas, como foi a tônica da reta final de 2015.

- Estamos trabalhando ao longo do campeonato situações de jogo, construções. Melhoramos muito a saída de bota. Estamos trabalhando para estarmos presentes na frente, termos boas oportunidades. Pecamos hoje. Poderia ainda ser 3, 4... Tivemos uma jogada ensaiada deles em que poderíamos ter tomado gol. Estamos tendo um crescimento grande. Mas ainda falta o principal, que é o gol. Precisamos ser efetivos nas oportunidades - completou o treinador.