Jorge Henrique

Jorge Henrique renovou o contrato com o Vasco (Foto:Paulo Fernandes/Vasco)

David Nascimento
01/09/2016
19:20
Rio de Janeiro (RJ)

Jorge Henrique chegou ao Vasco no segundo semestre do ano passado e se consolidou no time. Apesar de não estar passando por um bom momento dentro de campo – assim como praticamente todo o elenco –, tem a confiança do técnico Jorginho e da cúpula de São Januário. Resultado disso foi a renovação nesta quinta-feira de seu contrato com o clube até o término de 2017.

Esta renovação foi comemorada por Jorge Henrique. No dia que a prorrogação do vínculo foi publicada no Boletim Informativo Diário da Confederação Brasileira de Futebol, o atacante foi escalado para conversar com os jornalistas após o treino do Vasco em São Januário e destacou a emoção pela continuidade.

– Eu já tinha deixado assinado no início da semana, não sabia que o presidente Eurico Miranda assinou o restante para registrar a renovação. Fui avisado nesta quinta pelo meu assessor. Mas estou muito feliz pela renovação até o fim de 2017. Quero conquistar títulos aqui. Este ano vem sendo maravilhoso para a minha carreira no Vasco – afirmou.

A pressa da diretoria do Vasco em concretizar a renovação com Jorge Henrique acontece em uma fase ímpar, já que o atacante tinha o vínculo anterior válido somente até o fim deste ano e estava livre para assinar um pré-contrato com outro clube. Além de ter garantido a permanência em São Januário, os termos salariais foram mantidos pelas partes.

Antes de Jorge Henrique, a cúpula do Vasco seguiu este ano o trabalho de renovação antecipada com outros nomes importantes do elenco, como o zagueiro Luan, o meia Nenê, o lateral-esquerdo Julio Cesar, os volantes Andrezinho e Diguinho, além do goleiro Martin Silva. Este planejamento permanecerá até o fim do ano, com vistas ao trabalho já pensado para a próxima temporada.

Desde que chegou ao Vasco em 2015, Jorge Henrique entrou em campo em 55 oportunidades. A primeira vez dele no clube foi em 15 de agosto, em derrota para o Coritiba pelo placar de 1 a 0. Com ele atuando, a equipe de São Januário saiu vitoriosa em 31 partidas, empatando outras 15 e sendo derrotado em nove ocasiões. Ao longo deste período, o atacante fez quatro gols.