Campeonato Carioca - Vasco x Bangu (foto:Wagner Meier/LANCE!Press)
Igor Siqueira
13/03/2016
17:56
Rio de Janeiro (RJ)

A rotina de vitórias do Vasco continua no Carioca-2016. Na primeira rodada da Taça Guanabara, a segunda fase do Estadual, o Cruz-Maltino derrotou o Bangu por 2 a 0, em São Januário, chegando ao sétimo triunfo em nove jogos.

Mas a curiosidade é que um dos responsáveis diretos pelo placar foi alguém que não tem na rotina dele esse negócio de balançar as redes. Não estamos falando do zagueiro Luan, autor do segundo gol, mas sim de Jorge Henrique. O meia-atacante desencantou, voltando a balançar as redes após quase sete meses (o último fora em 19 de agosto, contra o Flamengo, pela Copa do Brasil).

Na próxima rodada, o Vasco enfrenta o Boavista, enquanto o Bangu joga contra o Volta Redonda. Ambas as partidas são no sábado.

O jogo não teve a velocidade e o dinamismo característicos do personagem principal, Jorge Henrique, mas o Vasco não passou sustos diante de um Bangu limitado tecnicamente e com a principal arma –Almir – neutralizada.

O próprio Jorge Henrique deu uma mostra, logo no primeiro minuto, de que o dia seria de balançar as redes. Como típico centro-avante, teve boa chance cabeceando para baixo um cruzamento vindo da esquerda, mas o goleiro Célio salvou.


Quando o cruzamento veio da direita, do pé preciso de Madson, não teve Célio que salvasse o Bangu. A bola atravessou a área e chegou aos pés de Jorge Henrique. Deslizando, rápido como uma flecha, ele quebrou o jejum de sete meses. A euforia na comemoração junto ao banco de reservas deixou claro que o não era um momento qualquer para um jogador, como ele mesmo diz, acostumado a jogar pelo time e ser coadjuvante, desempenhando função tática importante (ofensivamente e defensivamente) no time de Jorginho.

O Vasco ampliou o domínio do jogo no segundo tempo, ainda que não tenha sido avassalador. A conquista do resultado veio com paciência e depois de muitas bolas “giradas” no campo adversário.

O segundo gol foi meio sem querer, já que Luan triscou na bola cabeceada por Rodrigo, e entrou junto com ela dentro do gol do Bangu. Vitória assegurada.

VASCO 2 X 0 BANGU
Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 13/3/2016, às 16h
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Corrêa e Thiago Farinha
Cartões amarelos: Jorge Henrique (VAS); Júnior, Magno (BAN)
Gols: Jorge Henrique, 21'1ºT (1-0); Luan, 29'/2ºT (2-0)
Renda/Público: R$ 118,715,00 / 3.943 pagantes

VASCO: Martin Silva, Madson, Rodrigo, Luan e Julio César; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Andrezinho (Mateus Índio, 48'/2ºT), Nené e Jorge Henrique (Mateus Pet, 43'/2ºT); Thalles (Caio Monteiro, 39'/2ºT). Técnico: Jorginho.

BANGU: Célio Gabriel, Paulo Barrach (Igor Goulart, intervalo), Anderson Penna, Marlon e Guilherme; Ives, Junior, Magno e Almir; Giovanni (Magnum, 26'/2ºT) e Tiago Barreiros (William Amendoim, 13'/2ºT). Técnico: Emanuel Sacramento.