Vasco x Madureira

Vasco x Madureira (Foto: Wagner Meier/Lancepress!)

Matheus Babo
10/04/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Líder da Taça Guanabara com 14 pontos, primeiro time garantido nas semifinais do Campeonato Carioca e invicto há 19 jogos. Quem olha por esse lado nem imagina que o Vasco foi vaiado pela torcida após a vitória por 1 a 0 sobre o Madureira, no último domingo, em São Januário. Se a invencibilidade já dura cinco meses, as boas atuações do time também sumiram.

Nas últimas cinco partidas, o Cruz-Maltino não foi bem. Nesta sequência em que o rendimento do time caiu, uma coincidência: o ataque foi mais modesto. Se na primeira fase do Carioca ele funcionou bem, nesta Taça Guanabara o desempenho tem sido bem na conta do chá. Foram cinco gols nos últimos cinco jogo: exatamente um por partida.

Acostumado a manter uma escalação há muito tempo, o técnico Jorginho citou o fato de praticamente não ter repetido o time para explicar esta queda de rendimento:

- É necessário ressaltar que temos um plantel bem enxuto. O Vasco é uma equipe que todo mundo sabe escalar. Nos últimos quatro jogos, justamente quando caímos de rendimento, não conseguimos repetir a escalação. Nesse jogo não tivemos o Julio Cesar e nem o Jorge Henrique. Optamos pela formação com Thalles e Riascos e não me agradou. Uma das razões da gente ter tido a queda de rendimento foi essa. Nos acostumamos a jogar de uma forma e com uma escalação. Tem alguns jogadores voltando de lesão, caso do Riascos e do Eder Luis e isso acaba tendo uma consequência na equipe.

O Vasco se reapresenta nesta segunda-feira, quando viaja para Belém. A delegação passará a semana fora do Rio de Janeiro. Primeiro, ficará na capital paraense, pois quarta-feira estreia na Copa do Brasil contra o Remo, no Mangueirão. De lá, segue para Manaus, onde decide a Taça Guanabara com o Fluminense, na Arena da Amazônia.