LANCE!
03/10/2017
14:45
Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco inaugurou na última segunda-feira mais um braço do Caprres (Centro Avançado de Prevenção, Reabilitação e Rendimento Esportivo) no Complexo Esportivo de São Januário. Foi o Caprres Olímpico e Paralímpico. A apresentação da estrutura contou com a participação do vice-presidente médico Egas Manoel e do vice-presidente do departamento infanto-juvenil José Mourão Goncalves.

Participaram também do evento o gerente científico Alex Evangelista, o coordenador Carlos Herdy e a coordenadora de esportes paralímpicos Lívia Prates, além dos profissionais, atletas e paratletas que atuam nas modalidades que serão atendidas no local. Egas Manoel comentou sobre a importância da obra para a estrutura e o futuro do Vasco.

- É uma obra inovadora e que oferecerá o que temos de melhor na nossa área para os atletas e paratletas do clube. A nossa ideia é melhor essa estrutura nos próximos meses, de acordo com as necessidades que forem identificadas após os primeiros meses de uso. Estou satisfeito e orgulhoso com o dia de hoje, com a inauguração desse espaço. Foi uma coisa que lutamos bastante para que se tornasse realidade. O apoio da presidência foi fundamental - afirmou o médico.

Nos últimos três anos, o Vasco inaugurou espaços como o Caprres (principal) e os braços da base e nutrição. José Mourão Gonçalves, vice-presidente do departamento infanto-juvenil do Cruz-Maltino, também comentou sobre esta inauguração:

- Me arrisco a dizer que esse espaço que estamos inaugurando é um dos mais importantes do Vasco. Muito nos orgulha oferecer uma estrutura de alto nível para os nossos paratletas. O presidente não mede esforços para oferecer o que há de melhor para o paralímpico do clube. Somos o único grande clube do Brasil que investe de fato no paralímpico. Tratamos os paratletas como atletas, não existe diferença na condução do trabalho. Isso é o mais importante, porém muitos não fazem isso.