Yago Pikachu - Vasco x Oeste

Pikachu anotou quatro gols em 39 jogos disputados com a camisa vascaína (Foto: Jorge Rodrigues/Eleven)

Felipe David
19/09/2016
07:30
Rio de Janeiro (RJ)

Nas duas últimas partidas do Vasco - contra Goiás e Joinville, respectivamente -, Jorginho colocou o lateral-direito Yago Pikachu, que também joga improvisado no meio de campo, para a ponta esquerda de ataque. Em ambas as oportunidades o seu desempenho rendeu elogios do técnico.

Pikachu vem mostrando que sua versatilidade pode ser muito útil a Jorginho no esquema tático da equipe. No jogo passado, por exemplo, ele começou na lateral direita e depois assumiu a posição de Junior Dutra quando o atacante saiu. Aproveitou um dos seus principais recursos, o chute colocado, para marcar um golaço e ampliar o placar em São Januário.

Especialistas exaltam postura

Ferreira da Costa, editor de esportes do Jornal "O Liberal", do Pará, acompanha a carreira de Pikachu desde os seus primeiros passos no futebol. Para ele, o Vasco não está aproveitando em sua totalidade a capacidade do jogador nascido no Pará.

- Não há dúvidas de que o Jorginho está correto em sua decisão de dar a titularidade ao Pikachu. Ele sempre foi eficiente quando jogava avançado no Paysandu. Atuar no meio-campo não é uma surpresa. A solução para equilibrar esse setor é escalar um volante fixo de guarda para cobrir os eventuais espaços que surgirão. O problema é que não deixam ele cobrar faltas. Essa é uma das virtudes dele que não tem sido aproveitada - explicou o jornalista.

Ex-jogador e atualmente treinador, Lecheva foi o primeiro comandante de Pikachu e conhece bem as características do seu ex-pupilo.

- Qualquer entendedor de futebol percebe que o forte dele é o apoio ao ataque. Yago tem 69 gols em cinco temporadas (quatro anotados pelo Vasco), são números marcantes. Só que ele também sabe marcar. Já jogou vários jogos comigo não tendo tanta liberdade para atacar, entre os zagueiros. É claro que tem essa descompensação, quando um lateral apoia muito bem, deixa um pouco de espaço atrás, isso é natural, depende muito do esquema que o técnico vai montar para usar a característica de cada jogador. O Vasco tem uma grande ferramenta a seu favor - analisou Lecheva, antes de completar:

- Sempre apostamos muito nele, sempre demonstrou ser um jogador com uma grande personalidade.