William Vasco

William é líder de desarmes pelo Vasco (Carlos Gregório Jr/Vasco)

RADAR/LANCE!
01/11/2016
17:18
Rio de Janeiro (RJ)

Titular em três dos últimos quatro jogos do Vasco na Série B do Brasileiro, o volante William tem se destacado por suas qualidades em campo. Apesar dos poucos jogos em que atuou desde o minuto inicial, William é o atleta mais efetivo no fundamento desarme: foi o jogador que mais roubou bolas nos confrontos diante de Londrina, Paraná e Avaí.

Para os especialistas do LANCE!, o camisa 5 cruz-maltino ainda não pode ser considerado um jogador fundamental na equipe do técnico Jorginho. Ele, no entanto, ajudou o time a melhorar nitidamente a proteção da zaga. Confira as análises.

ANDRÉ SCHMIDT - Blogueiro do LANCE!

O William ainda não pode ser considerado um jogador fundamental para o time, mas certamente melhorou a proteção da zaga. É um jogador veloz, alto e forte, que recompõe rapidamente e acredita em todas as bolas. Precisa aprimorar o passe e o posicionamento, porém, por ser seu primeiro ano em um clube grande, é normal chegar com algumas deficiências, até por conta da ansiedade. Erros que podem, e devem, ser corrigidos nos treinamentos.

Ele não teve a oportunidade de fazer pré-temporada com o time, pois veio do Madureira após o Carioca. Ou seja, praticamente chegou jogando. Com tempo, tranquilidade e mais confiança, tende a evoluir bastante no próximo ano. Diante das peças que Jorginho tem atualmente no elenco para a posição, com certeza é a melhor opção.

EDUARDO TIRONI - Colunista do LANCE!

Não acho que ele seja solução para o Vasco. O William não é bom
tecnicamente, não tem boa qualidade no passe. Sua maior qualidade é
ser muito lutador, correr muito e ter muito fôlego, o que pode ser
importante para um time veterano. E acho que a correria está
aparecendo em um time normalmente mais lento. Nada muito além disso.