David Nascimento
01/12/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

O retorno de Cristovão Borges para o Vasco no cargo de técnico marca um ciclo na carreira do profissional. Foi em São Januário que ele saiu da figura de auxiliar para a posição principal de comando de um time de futebol. Em suas primeiras palavras como treinador substituto de Jorginho em 2017, Cristovão lembrou com carinho a primeira passagem em 2011.

– Estou muito feliz, é uma sensação muito boa voltar para casa, onde comecei minha carreira. Vivi juntos com a torcida momentos importantes. Voltar me traz essas boas lembranças Estou bastante motivado para que a gente faça um 2017 maravilhoso e vitorioso – disse o treinador no perfil do Facebook do clube.

Cristovão Borges chega com um contrato inicial de uma temporada. Ele também fez questão de elogiar os torcedores do Vasco que lotaram o Maracanã na semana passada na vitória sobre o Ceará que selou o retorno á elite do futebol. O novo treinador pede para o apoio seguir:

– Que a torcida continue dando demonstrações que sempre deu, jogando junto e sendo decisiva, como sempre foi. Nós vamos precisar disso e vamos procurar corresponder a essa grandeza da nossa torcida. Vamos procurar, sempre merecedores disso, fazer um grande trabalho.

Por conta do acidente com a delegação da Chapecoense, ainda não há data de apresentação de Cristovão Borges para os jornalistas. Mas isso não impede o trabalho de planejamento do treinador para 2017 ao lado do presidente Eurico Miranda, fato que se deu início ontem. Neste retorno, elogiou a estrutura encontrada que não tinha antes.

– Não possuíamos essa estrutura antes, mas conseguimos fazer um bom trabalho, em virtude principalmente dos jogadores comprometidos e experiente que tínhamos. Naquele período enfrentamos algumas dificuldades, mas já notei que as condições de trabalho são muito melhores hoje em dia. Vamos procurar aproveitar essa boa estrutura para fazer um trabalho do mesmo nível – concluiu.