Diguinho (Foto: Julio Cesar Guimaraes/LANCE!Press)

Diguinho em confusão ainda pelo Fluminense em 2009 (Foto: Julio Cesar Guimaraes/LANCE!Press)

LANCE!
25/05/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Atualmente no Vasco, Diguinho tem uma carreira no futebol carregada de polêmicas. A última, na noite de terça-feira, em Brasília, quando foi expulso após a vitória por 2 a 0 sobre o Vila Nova e ainda se desentendido com um policial, o que fez com que fosse levado para a delegacia, é apenas o último episódio de uma longa lista de confusão.

Já pelo Vasco, em 2015, mas fora do expediente, Diguinho foi acusado de agredir uma mulher com socos e chutes em uma boate na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Na oportunidade, segundo relatos policiais, Diguinho teria puxado a jovem pelo braço. Ela teria pedido para ele se afastar e a bebida de seu copo teria atingido o rosto do jogador, que teria reagido de forma violenta.

No fim de 2013, com a camisa do Fluminense, Diguinho foi alvo de críticas da torcida após jogo no Maracanã contra o Fluminense e acabou arremessando um saco de gelo no rosto de um torcedor. A confusão foi encaminhada para o Juizado Especial do Torcedor do estádio, onde as partes chegaram a um acordo para que o caso não parasse na delegacia.

Já em 2010, Diguinho se envolveu em confusão fora do horário de expediente. Na festa de aniversário do goleiro Fernando Henrique, o volante, já pelo Fluminense, se envolveu em uma confusão com três homens, que o agrediram. A situação fez com que ele treinasse no dia seguinte com uma mão enfaixada.

O ano de 2009 também foi com confusão de Diguinho no Fluminense. Na ocasião, torcedores invadiram o gramado onde os jogadores estavam treinando nas Laranjeiras e agrediram o volante depois de supostas idas a festas noturnas do jogador. O caso, na época, rendeu vetos da diretoria aos presentes. Também em 2009, em jogo diante do Cerro Porteño pela Sul-Americana, Diguinho também protagonizou uma briga generalizada.

Sem Diguinho, o Vasco volta a campo sábado, diante do Bahia, em São Januário.