Matheus Dantas
22/07/2016
14:43
Rio de Janeiro (RJ) 

Foram nove meses de obras e um investimento de mais de R$ 5 milhões. Enfim, nesta sexta-feira, o Centro Avançado de Prevenção e Reabilitação Esportiva, o Caprres, do Vasco foi inaugurado em São Januário. O presidente Eurico Miranda não poupou elogios ao novo orgulho vascaíno.

De acordo com o mandatário, o novo Centro de Prevenção e Reabilitação do Vasco é o que tem mais de moderno no cenário do futebol brasileiro. Eurico Miranda ainda explicou a importância do complexo, que agrega sala de musculação, piscina e banheiras de hidromassagem e outros equipamentos que visam a melhor condição física e ajudam os atletas na prevenção de lesões.

- Dizem que o Vasco é um clube tradicional, arcaico, mas o Vasco sempre está na frente. Esse é um grande passo do Vasco da Gama. O futuro do futebol vai ser esse aqui. Você resolve mais fora de campo. Tem que dar condições para os profissionais, atletas. Quando nós imaginamos isso com o Alex, a primeira coisa que eu coloquei foi: fazer algo que não tenha similar - disse o presidente.

A cerimônia de inauguração do Caprres teve a presença de Alex Evangelista, gerente científico do Vasco, idealizador do projeto. Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, e Coronel Nunes, vice da CBF, estiveram presentes em São Januário nesta sexta-feira. Del Nero, inclusive, foi o responsável por descerrar a placa inaugural.

De acordo com Eurico Miranda, o novo Centro não existiria sem a presença de Alex Evangelista, que explicou a importância de ter o local integrado ao Centro de Treinamento.

- Só tenho a agradecer a todos que acreditaram e apoiaram esse evento. Os jogadores do Vasco terão uma estrutura que, fora daqui, o máximo que vão encontrar é algo parecido, mas não melhor. Nossos jogadores não vão mais precisar deixar o clube para se cuidar, pois aqui terão tudo de melhor - avaliou.

Localizado ao lado do Estádio de São Januário, o Caprres ocupa uma área de 600 metros quadrados. O Centro de Prevenção e Reabilitação foi desenvolvido em parceria com a Ambev, que, segundo o presidente Eurico Miranda, foi responsável por metade dos investimentos. A outra parte coube ao clube.

O mandatário ainda afirmou que os investimentos não pararão. A ideia do clube é de construir um novo Caprres o quanto antes. Este Centro será destinado para as categorias de base do Vasco da Gama. Eurico Miranda, no entanto, não quis dar um prazo para o início da construção do novo Centro.