David Nascimento
03/11/2016
13:51
Rio de Janeiro (RJ)

Um dos poucos jogadores do Vasco que ainda não renovaram o contrato é o volante William. O jovem, de 24 anos, chegou a São Januário após o Campeonato Carioca por meio de empréstimo do Madureira, o qual tem validade até dezembro. No início foi titular, perdeu o espaço com o tempo, mas recuperou a posição nas últimas rodadas. E isso pode influenciar em sua continuidade para a próxima temporada.

William é considerado um cão de guarda do Vasco. No mês passado, ele quebrou o recorde de desarmes do Vasco em um único jogo na atual edição da Série B do Campeonato Brasileiro (nove). Diretorias de São Januário e Conselheiro Galvão (do Madureira) já estão conversando e a tendência é que o assunto seja resolvido, positivamente, assim que o acesso seja garantido. O volante falou das expectativas.

- Minha intenção, claro, é ficar. Ficarei muito feliz por isso. Mas a renovação, por enquanto, vai ter que esperar. Agora o meu foco é 100% no objetivo da equipe de voltar para a Série A. Isso fica com os meus empresários, não estou pensando nisso agora. Só quero ajudar o Vasco a retornar para a Série A - afirmou o jogador, em entrevista coletiva após o treino desta quinta-feira.

Diante do Brasil, sábado, em Pelotas, William estará em campo mais uma vez com todas as suas forças para ajudar o Vasco a sair com a vitória. Faltando 15 pontos a serem disputados na Série B, a equipe do volante trabalha com a necessidade de ter de conseguir ao menos cinco pontos para selar o acesso. Se depender do jovem jogador, isso será conquistado com muitos desarmes e facilidade.