Nenê e Rodrigo - Vasco x Náutico

Rodrigo e Nenê são os dois mais experientes do elenco do Vasco (Foto: Cleber Mendes/Lancepress!)

David Nascimento
14/10/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco optou para a temporada em ter uma equipe experiente. Muitos titulares têm idade superior a 30 anos, como os importantes Nenê e Rodrigo com 35 e 36, respectivamente. Depois da queda de produção em junho, muitos torcedores apontam como a principal causa o cansaço da equipe em campo, mas não é bem isso o que é observado internamente.

Jorginho é um dos primeiros a defender que o problema do Vasco nas últimas rodadas não tem relação com o cansaço. Apesar de o time sofrer com o desgaste por longas viagens ao longo da disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, o comandante admitiu a queda de produção, mas disse que a relação para esta avaliação depende do resultado.

– Normalmente a gente conversa muito sobre resultado. Tudo depende do resultado. Já vi toda a minha equipe correndo, o tempo todo, até o final. O problema não é esse. A gente caiu de produção. Temos que entender essa situação do Vasco. Minha equipe não está cansando. Não consigo ver isso – dissertou o técnico Jorginho em sua última coletiva.

Martin Silva é um desses nomes experientes do elenco do Vasco. Aos 33 anos, o goleiro uruguaio é responsável por comandar a defesa vascaína. Apesar de não precisar correr muito em campo por conta da posição, Martin Silva disse que é normal a queda de produção, mas não conseguiu definir em um único aspecto:

– Não posso definir em um aspecto a queda de rendimento. Foram muitos, o campeonato é longo e é normal que o time caia de produção. Não tem um time do mundo todo que repita o mesmo nível o ano todo. O importante é sair dessa fase o antes possível. Temos muita coisa a corrigir. Fizemos bons jogos contra o Santos, o Atlético-GO, jogos que deixaram dúvidas contra Náutico e Paysandu. Temos capacidade de se impor e ser o mais regular possível.

Cansando ou não, os torcedores do Vasco esperam que a partir deste sábado, quando os jogadores entrarem em campo em São Januário para tentarem a vitória sobre o CRB, a raça em campo sobressaia de qualquer tipo de desgaste que possam vir a sofrer. Apenas assim que o acesso à elite brasileira será conquistado.