David Nascimento
30/10/2017
22:47
Rio de Janeiro (RJ)

A uma semana da eleição presidencial do Vasco, uma nova união da oposição entre candidaturas movimentou o cenário político na noite desta segunda-feira. Na casa portuguesa Vila da Feira, localizada no bairro da Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro, ocorreu a convenção final do então candidato Alexandre Campello, da Frente Vasco Livre, onde ele retirou a candidatura para apoiar Julio Brant, da Sempre Vasco. Forma-se, assim, a chapa "Sempre Vasco Livre". A eleição acontece na terça-feira da semana que vem.

Nesta nova chapa, Julio Brant segue como candidato à presidência. Alexandre Campello concorre agora como vice-presidente desta nova composição. Nelson Sendas, então nome de vice de Brant, conforme o LANCE! mostrou há duas semanas com exclusividade, abriu mão do cargo em prol da união e, agora, será o segundo vice. Cerca de 700 pessoas estiveram no salão onde aconteceu o evento, que contou com a presença, além de Brant e Campello, dos ex-jogadores cruz-maltinos Pedrinho, Felipe e Mauro Galvão.

- O desejo dos vascaínos motivou essa união. Para termos uma gestão de transparência. Precisamos disso no Vasco. Essa união possibilitará a nossa vitória. Há um alinhamento entre eu e o Brant com as propostas para o Vasco. Observamos que sozinhos não conseguiríamos a vitória. Juntos vamos vencer. Isso norteará esta reta final - afirmou Campello após o evento aos jornalistas presentes.

- Chegamos em 7 de novembro favoritos para vencer a eleição. Juntando os dois, eu e o Campello, a vitória é certa. A renovação que queremos é dar visão para o Club de Regatas Vasco da Gama. Teremos uma cédula verde e amarela na eleição justamente para mostrarmos essa união, essa solidificação, uma coisa inédita na história do Vasco. É um Vasco antes e depois do dia de hoje - ressaltou Brant.

Esta união vem sendo discutida há algumas semanas. Alguns ajustes de cargos precisaram ser vistos em prol do êxito das conversas. Vale lembrar que é a segunda junção de candidaturas neste processo eleitoral do Vasco. Antes, Otto Carvalho, do grupo Ao Vasco Tudo, já tinha retirado sua candidatura para apoiar Fernando Horta (Mudança com Segurança). Novas uniões até 7 de novembro, dia da eleição, não estão descartadas. A tendência é que seja o caminho seguido por Antonio Fernandes, do Novos Rumos. Pela situação, Eurico Miranda tenta a reeleiçao com a chapa Reconstruindo o Vasco.

Assista a seguir o momento que Julio Brant e Alexandre Campello subiram ao palco do evento e trocaram as camisas como forma de mostrar a união!