Alexandre Campello durante o lançamento da candidatura à presidência do Vasco

David Nascimento/LANCE!Press

LANCE!
22/05/2018
21:07
Santiago (CHI)

Antes da bola rolar na Libertadores, Alexandre Campello se pronunciou sobre as polêmicas postagens de Paulão, Wellington, Evander e Gabriel Félix no Instagram. O quarteto, que retorna ao Brasil durante a partida no Chile, foi 'devidamente punido', mas deve permanecer nos planos do clube. O presidente repudiou a atitude e disse que não 'passa a mão na cabeça' de ninguém.

- Essa é uma postagem que ofende a história, o nome e a torcida do Vasco. Os próprios jogadores entenderam que a postagem foi inadequada, inapropriada e se arrependeram, pediram desculpas. Mas não passo a mão nem na cabeça dos meus filhos, não poderia fazer isso com atletas. Foram punidos na medida exata que eles cometeram. Foram afastados, sim - afirma Alexandre Campello ao Sportv. 

Questionado se teria algum punição específica a Wellington, apontado como o motivador da postagem, Alexandre Campello não quis entrar no assunto. O único cuidado especial foi com os dois garotos revelados na Colina.

- A gente não avaliou isso (quem é o culpado). Os quatro postaram. Tive uma conversa com os mais jovens, garotos, oriundos da base. Cobrei deles que deveriam ter um respeito ainda maior porque foram criados no clube. Eles entenderam, estão muito arrependidos. A punição já foi dada e o caso está encerrado.

O quarteto tem contrato longo com o Vasco. Gabriel Félix tem vínculo até fevereiro de 2021. Ele era reserva imediato de Martin, mas perde espaço com a chegada de Fernando Miguel. Paulão, atualmente na reserva, tem contrato até dezembro de 2019. Wellington e Evander, opções de Zé no banco, assinaram com o clube até dezembro de 2020.

placeholder