Hugo Mirandela
09/02/2017
23:23
Natal (RN)

O Vasco enfrentou o Santos-AP nesta quinta-feira, pela primeira fase da Copa do Brasil, e não levou sustos. Em Natal, o Cruz-Maltino derrotou o time amapaense por 2 a 0. Autor dos dois gols, Nenê recebeu a maior nota, seguido de Guilherme Costa, que sofreu os dois pênaltis. Estreantes do dia, Kelvin e Gilberto também foram bem avaliados. Confira as notas das duas equipes abaixo.

VASCO
6,0

Martin Silva
Um mero expectador durante a partida, nem sujou o uniforme. Fez no máximo três defesas, todas fáceis e mostrou segurança.

6,0
Yago Pikachu
Foi muito bem no apoio ao ataque e até se arriscou a cobrar uma falta, que passou longe. Porém, ainda deu espaços na marcação atrás.

6,0
Rafael Marques
Também não teve muito trabalho com o ataque do Santos-AP. Foi bem na covertura de Alan e nos cortes de jogadas aéreas.

6,5
Luan
Mostrou a segurança de sempre. Foi bem nas jogadas de mano a mano e mostrou categoria nas saídas de bola. Até se aventurou na frente.

6,5
Alan
Grande atuação no apoio ao ataque. Deu belas enfiadas de bolas para os jogadores de ataque. Porém, ainda precisa melhorar na marcação.

6,0
Jean
Muita entrega no meio-campo vascaíno. Levou pegada ao setor, bem na marcação. Porém, abusa um pouco das faltas e levou amarelo.

6,0
Bruno Gallo
Foi burocrático em uma partida fácil para o Vasco. Fez bem a sua função e não comprometeu na marcação. Poderia ter aparecido mais.

7,0
Guilherme Costa
Grande partida do jovem. Buscou jogo, deu bons passes, criou jogadas. Acertou belo chute na trave e sofreu os pênaltis que deram a vitória.

8,0
Nenê
Comandou o time vascaíno na partida. Criou as principais jogadas, driblou, deu passe de calcanhar. Fez dois gols de pênalti com muita categoria.

5,5
Escudero
Atuação apagada do meia argentino. Caindo pela ponta esquerda, pouco produziu e ainda errou muitos passes. Saiu ainda no intervalo.

5,5
Thalles
Muita briga entre os zagueiros no ataque. No entanto, pouco produziu. Arriscou um chute torto para o gol aproveitando rebote da zaga.

6,0
Muriqui
Entrou como referência no ataque e assim ficou meio perdido. No entanto, mesmo assim fez boas jogadas. Quase deixou sua marca após belo drible.

6,5
Kelvin
se movimentando pelos dois lados de campo. Perdeu um gol feito de cabeça, mas quase marcou em chute de fora. Foi um pouco fominha.

6,5
Gilberto
Entrou no decorrer do segundo tempo voando.Chegou fácil na linha de fundo, driblou, acertou cruzamentos e tabelas. Grande estreia!

7,0
Cristovão Borges
Mesmo levando em conta a fragilidade do adversário, seu time comandou o jogo e poderia ter goleado se não perdesse tantos gols.

SANTOS-AP
6,5

Axel
Evitou um placar maior. Foi bem no segundo pênalti, mas não evitou o gol.

5,5
Darlan
Levou um baile de Alan pelo seu setor. Quase não foi ao ataque.

5,0
Diney
Entrada dura em Guilherme no lance do pênalti. Alguns bons cortes.

5,5
Jeferson
Foi envolvido em alguns lances. Mas foi o melhor da zaga.

5,5
Batata
Sofreu na marcação, principalmente com Gilberto. Foi ao ataque.

5,0
Lessandro
Deixou muitos espaços a frente da zaga e ainda levou amarelo.

5,0
Antunes
No mesmo nível do seu companheiro de meio-campo.

5,0
Renatinho
Falhou na missão de criar as jogadas para o Santos-AP.

5,5
Fabinho
Pouco fez na partida também. Arriscou alguns dribles

5,5
Denilson
Tentou alguma coisa pelas pontas. Sem muito sucesso.

5,0
Luciano
Atuação apagada. Só foi notado quando saiu no segundo tempo.

4,5
Nildon
Não conseguiu dar mais marcação ao meio-campo.

4,5
Bruno
Entrou no ataque e só conseguiu levar um cartão amarelo.

-
Maranhão
Entrou já no fim da partida e teve pouco tempo para algo.

5,5
Minga
Limitado, seu time nem ameaçou a classificação do Vasco.