HOME - Vasco x Friburguense - Campeonato Carioca - Riascos (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

HOME - Vasco x Friburguense - Campeonato Carioca - Riascos (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

Matheus Babo
02/03/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

A relação entre a torcida do Vasco e o atacante Riascos mudou completamente desde o fim do ano passado até os dias atuais. Com gols, muito carisma e as já características dancinhas nas comemorações, o colombiano ainda convive com algumas vaias vindas das arquibancadas, mas os aplausos passaram a ser mais recorrentes em 2016. Com seis gols em sete jogos, ele conquistou boa parte da torcida. O problema é que seu contrato termina no dia 15 de maio e o Vasco não considera razoável pagar a multa (cerca de R$ 8 milhões) imposta pelo Cruzeiro no contrato de empréstimo.

Em São Januário, a conversa é de que a única forma de manter o jogador é prorrogando o empréstimo. Atualmente, o clube mineiro paga 70% dos salários do colombiano, com o Vasco arcando com os 30% restantes. O LANCE! apurou que o objetivo do Cruzeiro é vender o jogador para recuperar pelo menos parte do investimento feito na compra do jogador junto ao Monarcas Morelia, do México.

Procurado pela reportagem, o diretor de futebol do Cruzeiro, Thiago Scuro, revelou que ninguém do Vasco entrou em contato para negociar uma compra ou a prorrogação do empréstimo. Na Colina, a diretoria está em compasso de espera. Vai aguardar até o fim do contrato para saber a posição da equipe mineira. Se houver uma proposta que os agrade, Riascos deixará o Rio de Janeiro. Caso não tenha nada, o Cruz-Maltino tentará a prorrogação do empréstimo.

Pelo visto, muita coisa vai acontecer até Vasco, Cruzeiro e Riascos chegarem a uma definição. Para o torcedor vascaíno, resta continuar apoiando o colombiano e esperar que a situação não afete seu desempenho dentro de campo. Se as dancinhas e os gols continuarem, pelo menos até maio a tranquilidade no ataque está garantida.