LANCE!
17/10/2016
06:05
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de começar a Série B do Brasileiro de forma soberana, o Vasco agora corre risco na competição, justamente na reta final. O time vem jogando mal e contra o CRB chegou à terceira derrota nos últimos quatro jogos, a nona na competição. Com isso, a distância para o líder Atlético-GO aumentou para
quatro pontos. A vantagem para o Bahia, quinto colocado e primeiro fora da zona de acesso, caiu para cinco pontos. Para sair da má fase, a receita de
Jorginho envolve trabalho e união.

– São momentos difíceis, mas tenho caráter, olho no olho. Aceito a vaia do torcedor, saio triste, mas sempre de cabeça erguida. Minha postura é sempre olho no olho, fazendo o melhor. Vamos trabalhar, só posso acreditar no trabalho. Não existe outra forma de sair desse momento. É muito fácil quando você está ganhando, todos dão tapinha nas costas. Quando aperta, muitos somem. É hora de nos unirmos - analisou o treinador.

Jorginho reconhece a queda de rendimento da equipe depois da parada para a Olimpíada do Rio e assume a responsabilidade. Ele evitou usar desculpas, mas disse que um dos motivos foi o elenco reduzido, que ainda sofreu com a perda de jogadores por lesões e convocações.

– Alguns jogadores machucaram. Não é questão de desculpa. Temos um plantel enxuto, temos usado muitos jogadores do juniores, um deles faz muita falta, que é o Douglas. Tem questão de convocação, Sul-Americano, Mundial. Mas encaixou perfeitamente e perdemos por quatro jogos aproximadamente. Sentimos muito a falta desse atleta, tivemos algumas contusões, por exemplo o Nenê. Teve uma queda depois da volta mas fisicamente está bem. Mas a equipe de modo geral teve uma queda técnica e tática, essa é a minha responsabilidade. A gente procurou organizar a equipe e não está acontecendo – comentou.

Apesar dos resultados ruins, Jorginho tem a confiança do presidente Eurico Miranda. Na última terça-feira, o mandatário vascaíno fez um pronunciamento dizendo não haver pressão sobre o técnico.

Nos próximos dias, tempo é o que não vai faltar para Jorginho trabalhar o time. O Vasco não tem jogos no meio da semana e só entra em campo novamente no sábado, contra o Paraná. O técnico ainda não sabe se fará mudanças no time para tentar voltar a vencer. Apesar de ser visitante, o Cruz-Maltino vai jogar em estádio que deverá ter a maior torcida: Kleber Andrade, em Cariacica.