LANCE!
15/04/2018
19:13
Rio de Janeiro (RJ)

Durante a partida contra o Atlético-MG, na tarde deste domingo, em São Januário, a torcida pediu a entrada de Rildo e o atacante acabou sofrendo o pênalti nos acréscimos do segundo tempo, que garantiu a vitória do Vasco na estreia do Brasileiro. Otero abriu o placar para o Galo ainda no começo do primeiro tempo, mas Wagner, aos 41 minutos do segundo, e Pikachu, aos 53, viraram para o time cruz-maltino.

Após a partida, o técnico Zé Ricardo celebrou o retorno de Rildo - que, além de uma luxação no ombro esquerdo, conviveu com uma suspensão imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Rio (TJD - RJ) por falta em João Paulo, durante o clássico com o Botafogo, pela fase de grupo da Taça Rio.

- Quando acabou ano passado, o primeiro nome que dei para tentar como reforço foi o do Rildo. Ele tem características fundamentais no futebol. O tempo que ficou fora, fez falta. Fico feliz que tenha voltado. Agora, é condicioná-lo para ter mais tempo de jogo. Ajuda na saída de marcações próximas, como o Atlético fez, veio muito compactado. Esse jogador acaba sendo fundamental, ainda mais na ausência de Paulinho e Kelvin. Tínhamos de ter esse jogador. Como tínhamos receio dele na partida toda, opção foi pela entrada - disse ele, que completou:

- Futebol hoje exige (jogador como o Rildo). Infelizmente, perdemos o Paulinho. O Atlético tinha três ou quatro nomes de velocidade e ainda o Ricardo Oliveira na frente, que fazia ganharem tempo. Por isso, estamos usando o Yago na linha da frente. Colocamos o Wagner para fazer a diagonal do Rios.


O departamento jurídico do Vasco conseguiu um efeito suspensivo para Rildo na última sexta-feira, mas ele só poderia jogar a partir do dia 11. Inicialmente, a punição era até João Paulo voltar aos gramado ou pelo prazo máximo de 180 dias.

placeholder