icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/08/2015
20:57

A situação do Vasco está cada vez mais complicada no Campeonato Brasileiro. Com apenas 13 pontos e ocupando a última colocação, o time cruz-maltino perdeu mais uma. Desta vez, contra o Figueirense, na noite deste sábado, no Maracanã, com um gol de Marcão já nos acréscimos. Apesar da luta árdua para escapar de mais um rebaixamento (seria o terceiro em oito anos), o meia Andrezinho garante que não há desânimo no elenco.

- Para vestir a camisa do Vasco não pode ter esse tipo de sentimento. A única forma de reverter esta situação é trabalhando - disse.

O jogador, que entrou no segundo tempo da partida, elegeu a ansiedade dos jogadores na hora da finalização como culpada para a derrota desta noite:

- Faltou tranquilidade para colocar a bola para dentro. O mais difícil, a gente fez, que era criar as oportunidades. Tomamos um gol no final. É recarregar a bateria. Está difícil a situação. Temos de resolver o que está acontecendo. Fizemos uma partida brilhante na quarta (time empatou em 1 a 1 com o Flamengo e passou às quartas de final da Copa do Brasil) e não conseguimos repetir isso.

A situação do Vasco está cada vez mais complicada no Campeonato Brasileiro. Com apenas 13 pontos e ocupando a última colocação, o time cruz-maltino perdeu mais uma. Desta vez, contra o Figueirense, na noite deste sábado, no Maracanã, com um gol de Marcão já nos acréscimos. Apesar da luta árdua para escapar de mais um rebaixamento (seria o terceiro em oito anos), o meia Andrezinho garante que não há desânimo no elenco.

- Para vestir a camisa do Vasco não pode ter esse tipo de sentimento. A única forma de reverter esta situação é trabalhando - disse.

O jogador, que entrou no segundo tempo da partida, elegeu a ansiedade dos jogadores na hora da finalização como culpada para a derrota desta noite:

- Faltou tranquilidade para colocar a bola para dentro. O mais difícil, a gente fez, que era criar as oportunidades. Tomamos um gol no final. É recarregar a bateria. Está difícil a situação. Temos de resolver o que está acontecendo. Fizemos uma partida brilhante na quarta (time empatou em 1 a 1 com o Flamengo e passou às quartas de final da Copa do Brasil) e não conseguimos repetir isso.