Luan

Luan durante treino do Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

LANCE!
07/02/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco de 2016 está passando a cada dia por diversas definições. Diferentemente do ano passado, o time está com um início promissor de temporada, agradando os torcedores. Em dois jogos, duas vitórias, sete gols marcados e apenas dois sofridos. O zagueiro Luan, uma das peças mais importantes do elenco vascaíno, falou sobre como os jogadores se definem.

– (O Vasco de 2016 está um) Time muito trabalhador, sabe o que quer da competição. Sabemos que se entrarmos moles no jogo, vamos ser surpreendidos. Trabalhamos bastante, estudamos o adversário. Defino o Vasco 2016 como uma equipe trabalhadora, que sabe o que quer dentro de campo – afirmou o atleta.

Vasco venceu os dois primeiros jogos no Campeonato Carioca, diante do Madureira
e contra o América

Na entrevista coletiva após o jogo contra o América, na quinta-feira, o técnico Jorginho, entretanto, pontuou o desejo de ver o Vasco ainda melhor, já que não está no que acredita como ideal. Luan, questionado sobre a declaração do comandante, deu razão e garantiu que o elenco tem ciência das necessidades.

– Ele (Jorginho) tem total razão. Ele tem dito que a gente precisa melhorar bastante. Sabemos que início de ano é bem difícil. Encontramos um pouco de dificuldade no campo do América. Sofremos alguns perigos, sabemos que temos que corrigir. O mais importante é o resultado. Estamos bem na tabela. Agora vamos descansar, voltar a treinar para corrigir os erro – destacou o zagueiro.

Luan aproveitou para fazer elogios ao meia Nenê, estrela do Vasco nesta temporada e que vem dando muitas alegrias ao torcedor vascaíno. O zagueiro salientou que vê Nenê virando ídolo do clube rapidamente e falou do fato dos gols marcados:

– Nenê está virando ídolo aí. É um ótimo jogador, uma ótima pessoa. Fico feliz de trabalhar com uma pessoa desse nível. Espero que ele continue nos ajudando como tem nos ajudado na sequência da temporada. Sobre os gols, fico muito feliz. Quando eles fazem gol, fica mais tranquilo para nós trabalharmos a bola. Isso só nos incentiva para continuar assim.

O próximo compromisso do Vasco será na quarta-feira. E até o fim do ano, a torcida quer apenas mais uma definição: clube de “elite”. Basta conseguir o acesso no Brasileiro.