João Mércio Gomes e William Correia
07/12/2017
16:41
Rio de Janeiro (RJ)

Com planejamento iniciado para 2018, o Fluminense recusou uma primeira proposta do São Paulo pelo meia Gustavo Scarpa. O Tricolor paulista ofereceu 3 milhões de euros (cerca de R$ 11,5 milhões) mais três atletas em troca: o meia Lucas Fernandes e os laterais Buffarini e Júnior Tavares. O camisa 10 das Laranjeiras é um dos nomes preferidos de Leco e uma nova investida será tentada nos próximos dias.

Pelo lado dos cariocas, a saída de Gustavo Scarpa nesta janela não está descartada. As vaias na reta final do Brasileirão e os salários atrasados irritaram o meia revelado em Xerém, que busca novos ares no futebol brasileiro. Ele renovou contrato com o Fluminense, que detém 40% dos direitos, no início do ano e o vínculo é até 2020.

Sem caixa para contratações, a diretoria - junto de Abel Braga - pensa em "formas criativas" de reforçar o elenco em 2018 e cogita usar o jogador como moeda de troca. Porém, a primeira proposta não convenceu. 

Por isso, pelo lado do São Paulo, a proposta inclui jogadores para abaixar o preço. O Tricolor paulista tem uma lista com atletas que não estão nos planos ou não são prioridade em 2018: os laterais Buffarini, Bruno e Junior Tavares, além dos meias Thomaz e Lucas Fernandes. O Fluminense, atualmente, carece dessas posições no elenco.

Uma nova investida do São Paulo pode ser feita em breve, já que o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, tem no meia uma de suas opções preferidas para 2018. Nesta semana, Vinícius Pinotti pediu demissão do cargo de diretor executivo de futebol e a forma da negociação pode mudar. Para seu lugar, o ídolo Raí assume o cargo e analisará as condições para a contratação de Gustavo Scarpa.