Chico Chagas

Chico Chagas e Jay Jopling brilham na Gávea – foto: Gerson Martins

Fernando Lopes
01/10/2016
16:46

Um apaixonado pelo turfe e pelo cavalo de corrida, o empresário Chico Chagas, um dos mais carismáticos turfistas do país, conseguiu seu esperado e desejado triunfo no Páreo de Amadores, montando Jay Jopling, do Stud Red Rafa. O aninmal é treinado pelo mestre Dulcino Guignoni, que há dois meses havia prometido que iria preparar um cavalo para a vitória do seu amigo Chico entre os amadores.

Chico agora pode dizer que já conheceu todas as emoções de um jóquei na pista. Afinal, ele já havia caído na partida, montado favorito sem vencer, trazido seu cavalo para uma bela atropelada e não chegado a tempo de cruzar o disco na frente. Só que neste sábado, 1º de outubro, tudo foi diferente e Chico trouxe seu conduzido até o disco, conhecendo o gosto doce e inesquecível da vitória. Triunfo facílimo, aliás, pois Jay Jopling, apesar de quase derrubar o piloto na partida, não deu impressão de ser derrotado em parte alguma do percurso.

A euforia no hipódromo foi tremenda e até os companheiros amadores de Chico Chagas vibraram com seu triunfo. A foto da vitória, com certeza, mostrou-se uma das mais concorridas dos últimos tempos, comprovando a popularidade do piloto ganhador. E mais uma vez, a frase do sempre genial Jair Bala mais uma vez se encaixa perfeitamente: 

Existem emoções que só o turfe pode proporcionar.

Rubens Penelas, no dorso de Olympic Emirates, formou a dupla. Roberto M. Dias finalizou em terceiro com Ilvyrrhythm. Tiago Canuto, com Greenback Uno, e Gabrielle Bessa montando Hotel Four Seasons, completaram o marcador. José Simião Primo (Padrinho) e Alvaro Mattos (Xaxamutema) chegaram descolocados. O ganhador gastou para os 1.300 metros, pista de areia pesada, 1min22s91.