Energia Halo

Energia Halo, a campeã do GP Duque de Caxias 2016 - Foto: Gerson Martins

Fernando Lopes
11/09/2016
17:03

Conseguindo sua quarta vitória nas cinco últimas apresentações, Energia Halo não deu chance para as rivais no Grande Prêmio Duque de Caxias (G2). A prova, uma das atrações do Festival da Independência, neste domingo, 11 de setembro, no Hipódromo da Gávea, foi realizada em 2.000 metros, pista de grama.

Mesmo com a presença de várias éguas voluntariosas na competição, Calle di Rose fez valer a ótima largada e a baliza um para assumir o comando das ações. Double Care e January Jones vinham a seguir. Positano, Energia Halo, Lady Marilan, Dentelle, Maxime, Mud Pie, Ultra Corunilha e Energia Hupp corriam bem atrás das três primeiras. Com cinco, seis corpos de vantagem, Calle di Rose puxava ritmo de acordo com a categoria das inscritas. Bruno Reis, na grande curva, já “procurava” por Double Care. Energia Halo vinha em sétimo, aguardando a hora da verdade.

Em plena reta final, Calle di Rose entrou na frente, mas não mostrava forças para vir até o final. Várias competidoras apresentaram-se para lutar pelo triunfo, mas Energia Halo era quem trazia mais disposição. Ajustada por Marcelo Gonçalves, a alazã tomou a ponta e resistiu, com sobras, ao ataque de Dentelle, que formou a dupla. Ultra Corunilha, Energia Hupp e Mud Pie fecharam o placar.

Apresentada em forma soberba pelo excelente Luiz Roberto Feltran, Energia Halo é uma 4 anos, filha de Glória de Campeão e Super Eletric, por Choctaw Ridge, criada pelo Haras Estrela Energia e defensora das sedas de Black Opal Stud. Na sua quarta vitória, a primeira na esfera clássica, Energia Halo assinalou bons 1min58s58, ficando a 74/100 do recorde de Paint Naif.