icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/12/2013
14:23

Depois da última rodada do Campeonato Brasileiro, disputada neste domingo, o Santos já pensa em 2014. Em busca de uma temporada melhor do que a atual, Zinho, gerente de futebol do clube, coloca a definição do treinador como prioridade antes de pensar em reforços e elogia Oswaldo de Oliveira, que já está apalavrado com o Peixe.

- Ainda briga para ir à Libertadores, chegou hoje de manhã de viagem. Vou me reunir ainda com Odílio (Rodrigues) e (André) Zanotta (superintendente de esportes). É um nome forte. Temos que definir o principal, que é o treinador, para depois pensar no elenco para o ano que vem - disse o gerente na premiação "Bola de Prata".

O que pode atrapalhar a ida de Oswaldo ao time da Vila Belmiro é o fato de o Botafogo ainda poder ir para a Libertadores. Em quarto lugar no Brasileirão, a equipe carioca só não se classificará para o competição caso a Ponte Preta conquiste o título da Sul-Americana, nesta quarta-feira, contra o Lanús, em La Fortaleza, província de Buenos Aires, na Argentina, às 21h50 (de Brasília). O primeiro duelo da decisão, no Pacaembu, terminou 1 a 1 e um novo empate leva a final para prorrogação e pênaltis, caso a igualdade seja mantida.

Mesmo sem ir à Libertadores do ano que vem, o Alvinegro terminou o Brasileirão na frente de São Paulo e Corinthians, os outros grandes paulistas que estavam na disputa do campeonato. Para Zinho, é preciso reforçar o elenco, mas ele enaltece os jogadores que já estão na equipe e prefere não citar nomes para não iniciar um "leilão" por atletas.

- Queremos reforçar o elenco, que já tem bons jogadores. Por detalhes nós não entramos no G4. O término do Brasileiro nos dá uma confiança boa com a vinda de reforços - completou.