icons.title signature.placeholder Felipe Mendes, enviado especial*
icons.title signature.placeholder Felipe Mendes, enviado especial*
08/07/2013
15:48

Campeão nas argolas nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e na Universíade de Shenzhen-2011, o ginasta Arthur Zanetti fez o dever de casa e se classificou em primeiro na final do seu aparelho predileto, na Universíade de Kazan, na Rússia. Com uma ótima apresentação no Gymnastics Centre, o brasileiro somou 15,900. Ele vai brigar pela medalha na quarta-feira.

Mas o Brasil teve outros classificados para finais em mais aparelhos. Péricles da Silva passou em sexto no cavalo com alça ao somar 15,100 pontos. O líder foi o ucraniano Oleg Verniaiev, com 15,650. Na barra fixa, Arthur Mariano foi o quinto, com 15,100. O primeiro colocado foi o alemão Fabian Hambuechen, com 15,500. Eles também disputam a medalha na quarta-feira.

No individual geral, o Brasil terá dois representantes na final, nesta terça-feira, às 12h (de Brasília). Arthur Mariano passou em 10º, com 86,300 pontos, enquanto Francisco Barreto Jr. ficou em 20º,com 84,250 pontos. O primeiro foi Verniaiev, com 90,500.

Na disputa por equipes, nesta segunda-feira, o Brasil terminou em quinto lugar, com 260,250 pontos. A Seleção poderia ter tido uma colocação melhor caso o desempenho no salto não tivesse sido tão ruim. Barreto, Mariano e Silva sofreram quedas. Apenas Zanetti não teve problema. A Rússia ficou com ouro (273,150 pontos), a Ucrânia com a prata (269,950 pontos) e o Japão com o bronze (269,700 pontos).

* O repórter viaja a convite da CBDU

Campeão nas argolas nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e na Universíade de Shenzhen-2011, o ginasta Arthur Zanetti fez o dever de casa e se classificou em primeiro na final do seu aparelho predileto, na Universíade de Kazan, na Rússia. Com uma ótima apresentação no Gymnastics Centre, o brasileiro somou 15,900. Ele vai brigar pela medalha na quarta-feira.

Mas o Brasil teve outros classificados para finais em mais aparelhos. Péricles da Silva passou em sexto no cavalo com alça ao somar 15,100 pontos. O líder foi o ucraniano Oleg Verniaiev, com 15,650. Na barra fixa, Arthur Mariano foi o quinto, com 15,100. O primeiro colocado foi o alemão Fabian Hambuechen, com 15,500. Eles também disputam a medalha na quarta-feira.

No individual geral, o Brasil terá dois representantes na final, nesta terça-feira, às 12h (de Brasília). Arthur Mariano passou em 10º, com 86,300 pontos, enquanto Francisco Barreto Jr. ficou em 20º,com 84,250 pontos. O primeiro foi Verniaiev, com 90,500.

Na disputa por equipes, nesta segunda-feira, o Brasil terminou em quinto lugar, com 260,250 pontos. A Seleção poderia ter tido uma colocação melhor caso o desempenho no salto não tivesse sido tão ruim. Barreto, Mariano e Silva sofreram quedas. Apenas Zanetti não teve problema. A Rússia ficou com ouro (273,150 pontos), a Ucrânia com a prata (269,950 pontos) e o Japão com o bronze (269,700 pontos).

* O repórter viaja a convite da CBDU