icons.title signature.placeholder Felipe Mendes, enviado especial*
icons.title signature.placeholder Felipe Mendes, enviado especial*
06/07/2013
10:58

Campeão olímpico nas argolas em Londres-2012, o ginasta Arthur Zanetti não quis comentar a notícia da suspensão da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) pela Federação Internacional de Ginástica (FIG). Em Kazan para defender seu título na Universíade, o atleta, ao ser abordado pela reportagem do LANCE!Net, limitou-se a dizer que não tinha detalhes sobre o ocorrido.

Também procurado pela reportagem, o técnico do ginasta, Marcos Goto, teve discurso semelhante ao do seu atleta. O treinador disse estar focado no trabalho em Kazan e preferiu não tecer qualquer comentário.

Na sexta-feira, a FIG anunciou a suspensão por conta da falta de pagamento das taxas das próximas competições a serem disputadas. A CBG, por sua vez, negou que esteja em débito com a FIG. A entidade informou que o pagamento foi efetuado dentro do prazo, mas não consta para a FIG apenas por conta de um problema no sistema do banco. A CBG ainda acrescentou que não vai acionar nenhum meio júridico, já que a previsão é de que tudo seja regularizado em no máximo quatro dias.

Na última competição, na etapa de Portugal da Copa do Mundo, entre 21 e 23 de junho, o Brasil obteve ótimos resultados. Zanetti faturou o ouro nas argolas, Jade Barbosa venceu no salto, aparelho em que Adrian Gomes foi bronze, e Diego Hypolito ganhou no solo. A próxima etapa da Copa do Mundo de Ginástica será em Osjek, na Croácia, entre os dias 13 e 15 de setembro.

* O repórter viaja a convite da CBDU

Campeão olímpico nas argolas em Londres-2012, o ginasta Arthur Zanetti não quis comentar a notícia da suspensão da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) pela Federação Internacional de Ginástica (FIG). Em Kazan para defender seu título na Universíade, o atleta, ao ser abordado pela reportagem do LANCE!Net, limitou-se a dizer que não tinha detalhes sobre o ocorrido.

Também procurado pela reportagem, o técnico do ginasta, Marcos Goto, teve discurso semelhante ao do seu atleta. O treinador disse estar focado no trabalho em Kazan e preferiu não tecer qualquer comentário.

Na sexta-feira, a FIG anunciou a suspensão por conta da falta de pagamento das taxas das próximas competições a serem disputadas. A CBG, por sua vez, negou que esteja em débito com a FIG. A entidade informou que o pagamento foi efetuado dentro do prazo, mas não consta para a FIG apenas por conta de um problema no sistema do banco. A CBG ainda acrescentou que não vai acionar nenhum meio júridico, já que a previsão é de que tudo seja regularizado em no máximo quatro dias.

Na última competição, na etapa de Portugal da Copa do Mundo, entre 21 e 23 de junho, o Brasil obteve ótimos resultados. Zanetti faturou o ouro nas argolas, Jade Barbosa venceu no salto, aparelho em que Adrian Gomes foi bronze, e Diego Hypolito ganhou no solo. A próxima etapa da Copa do Mundo de Ginástica será em Osjek, na Croácia, entre os dias 13 e 15 de setembro.

* O repórter viaja a convite da CBDU