icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/07/2013
18:21

O zagueiro Gustavo Henrique, de 20 anos de idade, admitiu que não conhece o time do Crac, adversário do Santos nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela Copa do Brasil. No entanto, o defensor fez um alerta sobre a equipe de Catalão, cidade de Goiás, e afirmou que o Peixe não tem de mudar o estilo de jogo.

- Não os conhecemos bem, mas não é um time besta, não é à toa que chegou até aqui. Temos de jogar da mesma forma, com padrão de jogo - disse Gustavo Henrique.

- Não passaram nada para a gente, o (técnico) Claudinei (Oliveira) vai passar um pouco antes do jogo. Não sabemos nada do Crac, mas, se chegou até aqui, é que não é um time besta - acrescentou o zagueiro.

Gustavo Henrique substituiu o capitão Edu Dracena, que se recupera de uma tendinite no joelho, no clássico contra o São Paulo, e recebeu elogios do treinador. Nesta quarta-feira, diante do Crac, ele será novamente o titular na zaga alvinegra.

O zagueiro Gustavo Henrique, de 20 anos de idade, admitiu que não conhece o time do Crac, adversário do Santos nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela Copa do Brasil. No entanto, o defensor fez um alerta sobre a equipe de Catalão, cidade de Goiás, e afirmou que o Peixe não tem de mudar o estilo de jogo.

- Não os conhecemos bem, mas não é um time besta, não é à toa que chegou até aqui. Temos de jogar da mesma forma, com padrão de jogo - disse Gustavo Henrique.

- Não passaram nada para a gente, o (técnico) Claudinei (Oliveira) vai passar um pouco antes do jogo. Não sabemos nada do Crac, mas, se chegou até aqui, é que não é um time besta - acrescentou o zagueiro.

Gustavo Henrique substituiu o capitão Edu Dracena, que se recupera de uma tendinite no joelho, no clássico contra o São Paulo, e recebeu elogios do treinador. Nesta quarta-feira, diante do Crac, ele será novamente o titular na zaga alvinegra.