icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
08/06/2014
12:41

Anderson Martins deve ser confirmado como mais um reforço do Corinthians na pausa do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo. O zagueiro, que ganhava R$ 600 mil por mês no Al-Jaish, do Qatar, aceitou diminuir sua pedida salarial e o Timão deve bater o martelo nesta segunda-feira. O clube já pensa em anunciá-lo no mesmo dia.

O beque assinará vínculo de um ano com o Alvinegro, por empréstimo. Ele será a terceira contratação para o segundo semestre – antes dele, o clube anunciou o paraguaio Ángel Romero e o uruguaio Lodeiro. Elias, anunciado em abril, também é considerado reforço para o pós-Copa, pois foi transferido do Sporting Lisboa.

Martins passa férias com a família em Fortaleza e espera ser integrado ao elenco no retorno das mini-férias alvinegras, no dia 16 de junho, em Extrema (MG). Ele quis voltar para o Brasil também porque sua esposa está grávida e deseja ter o filho na capital cearense.

Entre o fim de 2012 e início de 2013, o Corinthians procurou o jogador, mas os xeques do clube do Qatar não liberaram sua saída. Eles desembolsaram cerca de R$ 13 milhões para tirá-lo do Vasco, em agosto de 2011. Ele chegou a renovar o contrato até o fim de 2018 e teve atendido desta vez o pedido de ser negociado.

Sul-americanos movimentam mercado da bola

SURPRESA E SAIA JUSTA

No dia 25 de maio, o Al-Jaish anunciou em seu site oficial o empréstimo do jogador até a metade de 2015 para o Corinthians. A partir daí, o Timão se manifestou dizendo que não havia acordo nenhum. O empresário Carlos Leite havia conseguido sua liberação dizendo que o clube paulista seria o destino, mas ainda sem ter fechado nada.

Leite já havia se comprometido com a comissão técnica alvinegra, que aprovou na hora o nome de Anderson Martins, e achou que, por ele chegar sem custos, os salários não seriam problema. Mas foram.

Durante a negociação, o jogador ressaltou que gostaria de defender o Corinthians e abriu mão de valores para, enfim, poder ser contratado.