icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/06/2014
18:23

A Copa do Mundo serviu para os profissionais iniciarem um descanso das competições oficiais, mas não para os juniores. Nesta quarta-feira, na véspera da estreia brasileira no Mundial, o Fluminense entra em campo às 15h, no Centro de Treinamento Vale das Laranjeiras, em Xerém, para enfrentar o Madureira pelo jogo de volta da semifinal da Taça Rio. A primeira partida, no Estádio Conselheiro Galvão, terminou em 1 a 0 para o Flu.

Antes de chegar à fase em que se encontra, o Tricolor das Laranjeiras foi o detentor da melhor campanha, com 34 pontos em 15 rodadas. Apesar disso, a devolução do placar do jogo de ida não classifica o Fluminense à final. Neste caso, o confronto irá para as penalidades.

- O regulamento não nos dá muita vantagem. Só teremos a vantagem do empate mesmo, mas se o time entra em campo e leva um gol no início já perde isso. Então não tem jeito, vamos jogar da maneira que jogamos durante toda a competição. Nosso time joga pressionando o adversário, marcando a saída de bola e impondo o ritmo do jogo. Foi assim que jogamos durante todo o Estadual, vencemos a Taça Guanabara e conseguimos a classificação na primeira colocação da Taça Rio. Não tem sentido mudar – comentou Marcelo Veiga, treinador da equipe.

Se chegar à decisão e triunfar, como foi campeão da Taça Guanabara, o Flu garante o título sem que seja necessário disputar uma final entre os vencedores dos dois "turnos". Para isso, o time conta com o atacante Gabriel Vasconcelos, autor de 16 gols e vice-artilheiro da competição, atrás apenas de Marlon (21 gols), do Nova Iguaçu.

O Fluminense deve entrar em campo com a seguinte formação: Marcos Felipe; Thiago, Marcelo, Nogueira e Leonardo; Marlon Freitas, Ikaro e Robert (Kevin); Pablo Dyego, Gabriel Vasconcelos e Paulinho.