icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/06/2014
08:24

Bicampeão da Eurocopa e campeão da Copa do Mundo com a Fúria, além dos muitos títulos pelo Barcelona, o meia Xavi admitiu que a goleada de 5 a 1 sofrida por seu país para a Holanda, na estreia do Mundial, na última sexta-feira, foi a pior em sua longa e vitoriosa carreira.

- É a derrota mais dura da minha carreira. A única coisa positiva é que ainda temos opções, que não perdemos nada ainda - disse Xavi.

O experiente jogador deixou claro que todos foram mal na revanche da final da Copa de 2010, contra os holandeses.

- Estivemos todos mal. Não foi apenas um jogador. O que temos de fazer agora é uma autocrítica para melhorar. Espero que na quarta-feira, possamos reagir - concluiu.

Na segunda rodada do Grupo B, a Espanha enfrentará o Chile, na quarta-feira, dia 18, no Maracanã.