icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/04/2014
09:02

Neste sábado, a partir das 16h30, em Orlando (EUA), Fabricio Werdum encara Travis Browne na luta principal do UFC On FOX 11. O evento, que conta ao todo com seis brasileiros em ação, é a chance do gaúcho de garantir sua sonhada oportunidade pelo cinturão do atual campeão dos pesados, Cain Velásquez. O presidente do Ultimate Dana White já garantiu a tentativa ao vencedor da disputa, que deve ter a chance de lutar pelo título contra o americano na estreia do UFC no México, no fim do ano. 

Com três vitórias consecutivas na franquia, Werdum já tinha sido apontado como próximo desafiante ao título da divisão após finalizar Rodrigo Minotauro, em junho passado. Porém, diante de uma lesão de Velásquez que o deixará longe do octógono até o fim do ano, o brasileiro terá de passar por mais um adversário para garantir sua oportunidade. 

- Foi difícil lidar com a lesão do Velásquez. Eu já tinha garantido a minha chance, mas faz parte do esporte. Sentei com o Dana, conversamos, e entendemos que era melhor lutar mais uma vez. O objetivo de todo mundo é o cinturão. Apenas quero mostrar ao mundo o quanto mereço essa chance de disputar o título dos pesados - declarou o 'Vai cavalo'.

Um assunto muito comentado durante a semana gerou polêmica antes da luta. Há quatro anos, Fabricio Werdum e Travis Browne treinaram juntos. Ao ser questionado sobre o assunto, o brasileiro deu a entender que se saiu melhor que o americano no treinamento. No mundo das lutas, existe uma "regra" onde lutadores se respeitam ao não comentar publicamente o que acontece nos treinos. Diante da situação, Browne quis deixar claro que é um lutador completamente diferente daquele que o brasileiro encarou.

- Prefiro não falar muito sobre esse treino. Werdum é respeitoso, e acho que ele não quis dizer isso. Mas, de qualquer forma, espero que ele não tome isso como referência. Passaram-se quatro anos e hoje sou um lutador completamente diferente - afirmou o americano.

Tanto Fabricio Werdum quanto Travis Browne vêm de uma sequência de três vitórias consecutivas no UFC. O duelo entre o brasileiro (Nº2 no ranking dos pesados) contra o americano (Nº3) promete ser empolgante.

O coevento principal do show é o confronto entre Miesha Tate e Liz Carmouche. Ambas vêm de derrota e buscam se recuperar dentro da maior organização de MMA do mundo. Enquanto Tate foi finalizada por Ronda Rousey, em dezembro, Carmouche foi superada por Alexis Davis, em novembro. No ranking oficial, Miesha é a terceira colocada e Liz, a sétima.

O UFC deste sábado ainda conta com mais cinco confrontos contando com brasileiros: Edson Barboza x Donald Cerrone, Rafael Dos Anjos x Khabib Nurmagomedov, Thiago Pitbull x Seth Baczynski, Caio Magalhães x Luke Zachrich e Hernani Perpétuo x Jordan Mein.

Confira as lutas do evento
CARD PRINCIPAL
Fabricio Werdum x Travis Browne
Miesha Tate x Liz Carmouche
Donald Cerrone x Edson Barboza
Brad Tavares x Yoel Romero
CARD PRELIMINAR
Rafael dos Anjos x Khabib Nurmagomedov
Thiago Pitbull x Seth Baczynski
Jorge Masvidal x Pat Healy
Estevan Payan x Alex White
Caio Monstro x Luke Zachrich
Jordan Mein x Hernani Perpétuo
Dustin Ortiz x Ray Borg
Mirsad Bektic x Chas Skelly
Derrick Lewis x Jack May