icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/03/2014
10:07

Wendell é exemplo de ascensão meteórica. Foi jogador do Grêmio de fato por dois meses. Comprado pelos gaúchos do Londrina em definitivo, foi vendido em fevereiro para o Bayer Leverkusen, da Alemanha, após se destacar nos primeiros jogos da Libertadores. O lateral-esquerdo, que tem o sonho de disputar a Copa de 2018 com a Seleção Brasileira, garante que irá manter o nível de atuações no Tricolor e comemorou o 'salto financeiro' com a ida para o futebol alemão.

No ano passado, foram nove partidas. Em 2014, já entrou em campo 10 vezes. Ficará no Grêmio até o final da participação na Libertadores. Wendell tem um gol marcado pelo Tricolor. E já chamou atenção dos alemães.

- Estou feliz no Grêmio, espero honrar e jogar o mesmo futebol enquanto estiver aqui. É um sonho jogar no Grêmio. Por mim, ficava por muito tempo. A torcida pode esperar que não vai mudar nada. A camisa que veste já pede isso. Nós estamos em campo porque gostamos de fazer isso – conta, sorridente.

A negociação trouxe muito lucro aos gaúchos, que investiram R$ 300 mil no empréstimo do jogador em 2013 e depois contaram com a ajuda de um investidor para a compra em definitivo. A negociação rendeu mais que a de Alex Telles, que saiu por 6,5 milhões de euros para o Galatasaray.

- Foi muito rápido. Vieram me assistir no jogo de terça e estava tudo resolvido no outro dia. Eu e minha família fomos pegos de surpresa. Acho que vai mudar minha vida, para melhor. Espero dar um conforto muito bom para eles. Fico muito feliz também de dar um salto financeiro. É fruto do trabalho, fui valorizado -

O Tricolor voltará a treinar na tarde desta sexta-feira, na preparação para o jogo com o Passo Fundo, na Arena. Os titulares jogarão esta partida.