icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/07/2014
18:44

Desde o retorno do Campeonato Brasileiro, a principal novidade do Internacional reside na lateral direita. Antes titular absoluto, Gilberto hoje amarga a reserva. E Wellington Silva, contratado antes da Copa do Mundo, assumiu a posição. O camisa 15 absorve as críticas de Abel Braga e admite que ainda precisa melhorar alguns fundamentos, como a marcação. Mas também vê o lado positivo: participou do gol contra o Corinthians, com cruzamento para Cláudio Winck, e sofreu o pênalti que resultou na expulsão de Chicão e gol de D'Alessandro, o segundo da goleada de domingo.

O treinador e o lateral são velhos conhecidos. Ambos trabalharam juntos no Fluminense. A chegada de Wellington Silva foi uma indicação de Abel. Que demonstrou confiança no novo titular ao alçá-lo diretamente ao time. Ainda assim, o criticou depois do duelo com o Corinthians, principalmente pelo primeiro tempo, e depois de um jogo-treino, durante a intertemporada.

- O Abel tem razão, tenho que melhorar a marcação. Fui tentar adiantar no primeiro gol do Corinthians, mas tinha um jogador nosso na área dando condição, aconteceu. No segundo tempo, deu para dar o cruzamento, sofri o pênalti contra o Flamengo. Tem que treinar, estou fazendo isso para melhorar na marcação e chegar bem ao ataque - avaliou o lateral.

LEIA TAMBÉM

 
  Alex faz gol em atividade e vira opção para vaga de Aránguiz 



Anunciado logo depois do término da primeira parte do Brasileirão, o jogador começou os trabalhos com os colegas no dia 13 de junho. Pouco mais de um mês depois, afirma que ainda busca o melhor entendimento, até porque atuou em apenas dois jogos oficiais.

- Todos os jogadores que estão aqui tem condições de titularidade. O professor optou por mim e estou fazendo por onde. Os dois jogos foram bem. Não fui bem no primeiro tempo do Corinthians, mas conseguimos melhorar. E agora mostramos nossa força em casa. Aos poucos estou entrosando com o grupo, como cada um gosta de jogar. Só tenho a melhorar - completou o camisa 15 colorado.

Assim como Gilberto, o lateral está emprestado ao Colorado até o final do ano. Mas em sua apresentação já falou em permanecer mais tempo no clube gaúcho - seu contrato com o Fluminense vai até o meio de 2015.