icons.title signature.placeholder Luis Fernando Coutinho
06/11/2013
13:42

Desde que os treinadores do The Ultimate Fighter Brasil 3 foram anunciados que os torcedores de MMA estão ansiosos para ver como será a convivência entre Wanderlei Silva e Chael Sonnen nas gravações do reality show do UFC. Depois de inúmeras provocações via redes sociais nos últimos meses, os dois terão a oportunidade de acertar as contas dentro do octógono mais famoso do mundo. Antes disso, a expectativa é que a rivalidade seja multiplicada com a experiência no programa.

Em entrevista ao LANCE!Net, Wand declarou que, se o falastrão americano não tomar cuidado com as coisas que fala, o brasileiro pode até fazer com que o confronto aconteça antes mesmo da hora.

- O clima na casa vai ser de muita rivalidade, muita competição. Na verdade, só chegando na hora vamos saber como vai ser. Sou um cara real. Quando estou ali, gosto de falar o que penso. Gosto de fazer o que acho que é certo e não gosto de levar desaforo para casa. Ele vai ter de medir as palavras comigo. Senão essa luta pode até acontecer antes da hora - afirmou o lutador, em contato feito por telefone.

Na primeira edição do programa, quando teve Vitor Belfort como treinador rival, Wanderlei fez inúmeras brincadeiras onde provocou o carioca, que não "entrava na pilha". Agora, diante de um provocador nato, o brasileiro já tem até uma brincadeira pronta para Chael Sonnen dois meses antes das gravações começarem.

Wanderlei Silva foi treinador do TUF Brasil 1 (FOTO: Divulgação/UFC) 

- Já tenho algo muito bem armado para ele. Ele não vai sair do Brasil sem pagar um pouco pelo que ele fez. Já estou armando e tenho certeza de que ele não vai gostar nada, mas o povo brasileiro vai gostar muito do que vou fazer (risos) - revelou.

Confira um bate-bola com Wanderlei Silva sobre o TUF Brasil 3
Qual você acha que foi seu maior erro na participação na primeira edição do reality show?
Acho que, principalmente, ao invés de ter escolhido primeiro lutador, eu deveria ter escolhido a primeira luta do programa. Isso fez muita diferença.

Explica a sua ideia de fazer um TUF: Brasil x EUA...
Acho que isso daria ao programa uma rivalidade maior. Eu gostaria de ter uma participação maior na escolha dos lutadores. Você chega lá, os caras lutam, e você tem de escolher. Mas muitas vezes você não sabe se o atleta pode proporcionar aquilo que você gostaria de ver. Tem muitos atletas bons e top's, mas não sou eu quem os escolho. Se eu tivesse autonomia para escolher os atletas, poderia responder de uma forma direta por eles. Se eu escolher o cara, posso responder por ele. Agora: o cara vem, faz uma luta, você não tem o histórico do atleta... O cara vai bem em uma luta, mas depois você vê que não é tudo aquilo. Acho que quando o cara é escolhido como técnico, ele poderia escolher quem são os atletas que vão representar o seu time.

Vídeo mostra encontro entre rivais nos EUA (FOTO: Reprodução)

Você acha necessária essa "tonelada de segurança" que Chael Sonnen terá no Brasil?
Aqui no Brasil a coisa é diferente. As coisas que ele falou são muito graves. Acho que tem de ser isso mesmo. Ele tem de ter uma segurança decente, pois não sabemos o que pode acontecer. Ele mexeu com o brasileiro. Pelo que ele falou, é o mínimo. Espero que ele se cuide no Brasil. Se ele continuar nos ofendendo, a coisa pode ficar realmente ruim para ele por aqui.

Como aconteceu aquele encontro em uma exposição onde você aparece partindo para cima do Sonnen?
Na verdade, soube um dia antes que ele estaria na "Expo". Me falaram que ele estaria na feira e eu respondi: "Que bom. Tenho contas a acertar com ele". Fui lá falar na cara dele o que ele achava.