icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/03/2014
17:00

O sonho em ter novamente o volante Elias no Flamengo chegou ao fim. Pelo menos até 2016, tempo em que o jogador tem contrato com o Sporting (POR). Mesmo com a vontade do jogador em retornar ao Brasil, a indecisão dos portugueses atrapalhou demais a negociação, de acordo com o dirigente rubro-negro Wallim Vasconcelos. O dirigente, contudo, afirmou que o time da Gávea enviou uma carta de desistindo

Wallim assegurou que o Flamengo iria prejudicar as fincnças do clube caso aceitasse arcar com a pedida do time de Portugal. A equipe da Gávea ofereceu seis milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões) por 50% dos direitos econômicos do volante e o Sporting desejava receber oito milhões de euros (cerca de R$ 26 milhões).

- A questão do Elias infelizmente está encerrada. A tentação foi grande, mas se aceitássemos a pedida do Sporting ia comprometer o nosso orçamento e nosso equilíbrio financeiro. Óbvio que a gente gostaria muito de ter o Elias, e o Elias gostaria muito de vir para o Flamengo, mas também foi muito difícil negociar com o Sporting. Vamos ter que ficar sem o Elias. É a vida. Quem sabe um dia, acabando o contrato dele com o Sporting, a gente possa ver. Mas atualmente não tem mais nada, aliás, formalmente mandamos uma carta ao Sporting encerrando a negociação - afirmou o dirigente ao Arena Sportv.

A postura dos Leões irritou a diretoria do Flamengo. Mesmo com mais de uma proposta financeira, o dirigente comentou que outros pontos não deixaram a negociação avançar.

- Negociar com uma instituição que muda de ideia a toda hora que a gente vai fazer uma proposta é complicado. Não sabíamos exatamente o que eles queriam. Não era só a proposta financeira, tinham outros itens que eles solicitavam e a cada rodada de negociação eram parcialmente alterados - concluiu Wallim.