icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/12/2013
23:26

Mais líder do que nunca. É assim que o Sada Cruzeiro encerra o primeiro turno da Superliga Masculina. Contando com o apoio de sua torcida, a equipe mineira venceu neste sábado o RJ Vôlei por 3 sets a 1, parciais de 21-12, 21-18, 19-21 e 21-13, no Ginásio do Riacho, em Contagem. Com o resultado, os comandados de Marcelo Mendez chegaram a 30 pontos e abriram cinco de vantagem sobre o Sesi, atual vice-líder no lugar dos cariocas. Bruninho e cia. somam 24.

Melhor jogador em quadra, Wallace faturou o Troféu VivaVôlei. Assim que recebeu o prêmio, o camisa 8 entregou o objeto para o venezuelano Luiz Dias. A atitude foi um gesto de solidariedade ao companheiro, que ouviu um grupo de torcedores gritar pelo retorno do cubano Leal em seu lugar.

Ao todo, o oposto da Seleção Brasileira anotou 23 pontos e foi o maior anotador da noite. Pelo lado carioca, o companheiro de posição de Wallace no time verde-amarelo, Leandro Vissotto, marcou 11 vezes.

Os mineiros voltam à quadra na próxima quinta-feira, às 21h, para encarar o Vôlei Brasil Kirin, novamente em casa. Já o RJ só joga no sábado que vem, quando visita o Moda/Maringá, às 21h30, no Ginásio Chico Neto.

O JOGO

Melhor fase, melhor campanha, melhor astral... melhor início de partida. Os atuais campeões mundiais começaram em ritmo intenso e abriram 9 a 3, após um ataque para fora de Rodrigão. Aproveitando os contra-ataques em velocidade cos ponteiros, os donos da casa mantiveram total domínio e fecharam a parcial numa bola de xeque de Luiz Dias, que substituiu Leal após o titular torcer o tornozelo.

Muito superior no bloqueio, o Sada manteve a pegada no segundo set. Após um toco de Isac sobre Rodrigão, a vantagem dos mineiros chegou a seis pontos (12-6). Tentando driblar a parede rival, Bruninho forçou o jogo em velocidade, mas o desempenho da equipe carioca no saque impossibilitava uma reação. O levantador conseguiu bons bloqueios sobre Filipe, e o time cresceu. No fim, o Cruzeiro precisou suar para fechar o set. A vitória veio num ataque do mesmo Flilipe, que explorou o bloqueio rival pela entrada de rede.

Mais confiante, o RJ chegou à primeira parada do terceiro set na liderança, fazendo 7-5 após bom ataque de Vini. Os visitantes mostravam disposição e brigavam por cada ponto, mas Wallace seguia eficiente do outro lado da quadra para não deixar o rival escapar. O Cruzeiro, no entanto, pagou caro pelo erros de saque. Vini armou bloqueio forte para cima do oposto da Seleção e garantiu a vitória suada dos cariocas na parcial.

No quarto set, porém, Wallace roubou a cena. No duelo particular com Leandro Vissotto, a vantagem era grande para o atacante do Cruzeiro. E não foi só o oposto que se destacou. Luiz Dias apareceu bem quanda acionado pela ponta, e Felipe deu um show de belas defesas. O time carioca não resistiu à intensidade dos donos da casa. O placar final mostrou bem a diferença: 21-13, após mais um bom ataque do venezuelano.