icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/12/2013
16:50

Eleito o melhor jogador da vitória do Sada Cruzeiro sobre o RJ Vôlei, no último sábado, o oposto Wallace reprovou o coro da arquibancada que pediu o retorno do cubano Leal no lugar do venezuelano Luiz Diaz no quarto set. Ao fim do jogo, o atacante da Seleção Brasileira fez questão de repassar o Troféu VivaVôlei que recebeu ao companheiro. 

– A torcida é legal, mas fazer esse tipo de coisa é complicado. Pedir um outro jogador em coro é, na minha opinião, meio pesado. O Diaz merece e o time inteiro deu força para ele continuar em quadra. É um grande jogador, uma grande pessoa e isso era o mínimo que eu podia fazer – destacou o oposto.

Diaz foi para a quadra ainda no primeiro set, quando Leal sofreu uma torção no tornozelo e precisou deixar a quadra. Por ter cometido alguns erros no início, o venezuelano foi o grande alvo das críticas dos torcedores. Aos pouos, porém, ele se soltou e terminou o duelo como um dos destaques do time mineiro.

Com o resultado, o Sada Cruzeiro terminou o turno isolado na liderança da Superliga, com 30 pontos. Resultado que coroa um ano para lá de vitorioso.

– Nosso time está em uma excelente fase, mantendo sempre o foco e uma qualidade muito alta. No terceiro set, erramos muito o saque e, no quarto, viemos mais cautelosos, erramos menos e isso fez toda a diferença no jogo – completou Wallace.