icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
24/07/2013
19:37

Após a derrota para o Vasco, por 3 a 1, no último domingo, cresceram os rumores de que o técnico Abel Braga balança no cargo. Bastante querido pelos jogadores, o treinador recebeu a solidariade dos elenco tricolor. O meia Wágner garantiu que a equipe buscará a vitória contra o Grêmio, no final de semana, para dedicar ao comandante:

- Cabe a nós vencer. Vamos batalhar bastante e dedicar a vitória ao Abel Braga. Por tudo o que ele vem fazendo por nós. Vamos dar a cara para bater, chamar a responsabilidade.

Para o camisa 19, os valores de Abelão transcendem o campo profissional. O jogador comparou o técnico a uma figura paterna:

- O Abel é um cara de muito caráter e hombridade. Cabe a gente vencer. Ele é a pessoa ideal para dedicar os três pontos. Está sendo mais que um treinador. Um pai para todos nós.

Com apenas nove pontos em oito jogos disputados, o Fluminense precisa começar a vencer para dar a volta por cima. Sem dinheiro para contratar e asfixiado pelas constantes penhoras, ou o time volta a embalar ou a mudança de comando acabará inevitável.

Após a derrota para o Vasco, por 3 a 1, no último domingo, cresceram os rumores de que o técnico Abel Braga balança no cargo. Bastante querido pelos jogadores, o treinador recebeu a solidariade dos elenco tricolor. O meia Wágner garantiu que a equipe buscará a vitória contra o Grêmio, no final de semana, para dedicar ao comandante:

- Cabe a nós vencer. Vamos batalhar bastante e dedicar a vitória ao Abel Braga. Por tudo o que ele vem fazendo por nós. Vamos dar a cara para bater, chamar a responsabilidade.

Para o camisa 19, os valores de Abelão transcendem o campo profissional. O jogador comparou o técnico a uma figura paterna:

- O Abel é um cara de muito caráter e hombridade. Cabe a gente vencer. Ele é a pessoa ideal para dedicar os três pontos. Está sendo mais que um treinador. Um pai para todos nós.

Com apenas nove pontos em oito jogos disputados, o Fluminense precisa começar a vencer para dar a volta por cima. Sem dinheiro para contratar e asfixiado pelas constantes penhoras, ou o time volta a embalar ou a mudança de comando acabará inevitável.