icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/06/2014
12:13

A diretoria do Volta Redonda levou cerca de 300 garotos de seus projetos sociais e das categorias de base para assistir ao amistoso entre Itália e Fluminense, no Estádio Raulino de Oliveira. Os italianos venceram os tricolores por 5 a 3. Mesmo com os brasileiros derrotados, para os jovens tiveram uma experiência em que o menos importante foi o resultado do jogo.

Um dos meninos que foram ao Raulino foi Rodriguinho, de 14 anos, meia do time infantil do Voltaço. Recentemente o garoto esteve na Itália com o time do Volta Redonda para a disputa do Torneio Internacional Cidade de Cremona. Juventus, Inter de Milão e Atlético de Madrid, foram outros participantes.

- Foi uma experiência muito boa poder viajar para a Itália com o Voltaço. Foi a primeira vez que saí do Brasil e fiquei muito feliz. Tudo está acontecendo muito rápido. A gente foi até lá e agora a seleção deles vem até aqui em Volta Redonda. É demais! - disse.

Para Andrade, professor do núcleo do Volta Redonda em Dorândia, distrito de Barra do Piraí-RJ, esta foi uma oportunidade única para seus alunos.

- Muitos nem dormiram imaginando como seria estar aqui assistindo ao jogo de uma seleção que disputará a Copa. A maioria não teria condições de pagar por isso e o Voltaço realizou esse sonho - disse Andrade.

AÇÃO NA JUSTIÇA

A ação realizada pelo Voltaço foi possível por conta da Lei Municipal 1.915/84, que autoriza o município a ceder 300 cadeiras cativas do Estádio Raulino de Oliveira ao clube. Como o Poder Executivo se recusou a cumprir a Lei, já que informado não ter os ingressos para disponibilizar, o Volta Redonda FC foi acionou a Justiça para fazer valer os seus direitos. Assim, os jovens puderam assistir os jogo de forma gratuita.


Raulino de Oliveira recebeu bom público e 300 jovens levados pelo Voltaço em amistoso domingo (Foto: Divulgação)