icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/07/2014
10:00

Após cerca de dois meses longe, por conta de uma punição do STJD pela briga entre torcidas no fim do ano passado, os portões estarão abertos novamente e o vascaíno poderá apoiar o time em São Januário no jogo deste sábado, contra o América-RN, às 16h20. Além disso, o torcedor está repleto de outros motivos para assistir ao duelo, que terá transmissão em tempo real pelo LANCE!Net, na Colina Histórica.

Esta será a primeira vez do Vasco com torcida em São Januário na Série B. Para convocar os cruz-maltinos, a diretoria realizou uma promoção de ingressos para o jogo com arquibancada por R$ 20 (R$ 10 meia). Outro fato animador é o retrospecto em casa nesta temporada, que conta com apenas uma derrota em 11 jogos. Além disso, em caso de um triunfo contra o América-RN, a equipe pode encostar no G4 da competição.

O atacante Kléber, que jogará pela primeira vez na Colina, convocou a torcida e disse que o apoio deles fará com que o Vasco vá com tudo para cima do adversário.

– O Vasco ficou um bom tempo longe de São Januário e a torcida está com saudades. Esperamos que o estádio esteja bem cheio, pois sabemos que, com a torcida nos apoiando, nós vamos para cima, impondo um ritmo maior ainda para poder vencer – destacou o camisa 30.

Quem for a São Januário encontrará um gramado em ótimas condições de jogo deixado pela Fifa, que utilizou o estádio durante a Copa do Mundo. E para o retorno da torcida, todo cuidado é pouco. Na tarde da última quinta-feira, os refletores foram testados e o telão, que exibirá fotos de torcedores que utilizarem a #ocaldeiraovoltou, estava sendo ajustado.

Os preparativos para a festa do retorno estão todos prontos. A expectativa entre diretoria e torcida é grande. Resta ao time conseguir a vitória no campo para que nenhum penetra estrague a comemoração em plena casa cruz-maltina.

A volta da torcida Estádio em que os vascaínos se sentem em casa, São Januário não pôde receber torcida nas três primeiras rodadas da Série B, contra América-MG, Atlético-GO e Oeste. Último jogo do time de Adilson Batista na Colina e com torcida foi no início de maio, contra o Treze (PB), pela Copa do Brasil
Aparecer no telão O clube realizará uma ação para entreter a torcida. Quem for à Colina e enviar uma foto para o Twitter oficial do Cruz-Maltino com a hashtag “#ocaldeiraovoltou” (o Caldeirão voltou), poderá ter a imagem exibida no telão do estádio antes da partida e durante o intervalo
Retrospecto muito positivo O retrospecto do time de Adilson Batista nesta temporada em São Januário é animador. Em 11 partidas, foram seis vitórias, quatro empates e apenas uma derrota. No estádio, durante o Carioca, tiveram goleadas como o 6 a 0 sobre o Friburguense (foto) e o 4 a 0 em cima do Duque de Caxias.
Preços mais em conta Para que o estádio esteja cheio após a punição que afastou a torcida de São Januário, a diretoria resolveu fazer uma promoção e colocou os ingressos a um preço mais barato que o de costume, cobrando entradas para a arquibancada a R$ 20 (R$ 10 meia)
Após passagem da Fifa Cedido à Fifa para treinamentos da Copa do Mundo, este será o primeiro compromisso do time cruz-maltino no estádio após a Copa do Mundo. Dentre algumas melhorias na Colina, como os vestiários, os torcedores poderão ver de perto um gramado “padrão Fifa”
Vitória para engrenar A vitória é muito importante para que o clube possa engrenar após a má fase que antecedeu a paralisação para a Copa do Mundo. Em caso de triunfo, a equipe, que ainda tem um jogo a menos e está na sétima colocação, chegará aos 20 pontos e encostará no G4
Dupla Douglas e Kléber Este será o primeiro jogo de Kléber Gladiador, que chegou ao Vasco durante a paralisação para a Copa do Mundo, em São Januário. Além disso, Douglas volta de suspensão. Será a primeira oportunidade em que os jogadores, dois dos principais reforços da temporada, poderão atuar juntos

Meia Douglas retorna à equipe titular após suspensão

O meia Douglas, que cumpriu suspensão contra o Santa Cruz, após receber o terceiro cartão amarelo contra o Boa, voltará à equipe titular cruz-maltina. Assim, Dakson, que ganhou oportunidade na última rodada, deve ser sacado do time.

Esta foi a primeira vez que Adilson Batista não pôde escalar Douglas por motivo de suspensão. O camisa 10 deve formar o meio com os volantes Guiñazú, Fabrício e Pedro Ken.

Esta será a primeira partida em que Douglas e Kléber poderão atuar lado a lado.