icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2014
10:51

Além de ter capacidade para manter o bom nível do ataque do time do Fluminense, o meia Cícero também se destaca pelo jogo aéreo, arma que pode ser fundamental para a equipe conquistar a vitória diante da Chapecoense. O time catarinense deve ter postura bastante defensiva amanhã à noite, no Maracanã.

O treinamento de ontem nas Laranjeiras mostrou que o técnico Cristovão Borges planeja realmente a bola aérea como grande diferencial. 
As jogadas pela linha de fundo podem ajudar a abrir a defesa do adversário e a chegada de alguns jogadores de trás, como Cícero, têm potencial para fazer a diferença.

Vale ressaltar que dos 29 gols que o camisa 5 já marcou pelo Fluminense, nove foram em jogadas aéreas, sendo oito de cabeça e um de voleio. Além disso, o jogo contra o Botafogo, sábado passado, que terminou com vitória do Tricolor por 1 a 0, foi decidido em uma cabeçada de Edson já no segundo tempo. Isso comprova que o time carioca tem utilizado as jogadas pelo alto como fator decisivo. Cícero pode ser fundamental.