icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/12/2013
10:13

Estreia e despedida. Assim será a tarde deste sábado para Zico. Maior artilheiro da História do Maracanã, com 333 gols, o Galinho de Quintino pisará às 18h no estádio pela primeira vez após a reforma para a Copa do Mundo. Ao mesmo tempo, fará sua última partida no local. Aos 60 anos, Zico começa a sofrer as consequências do tempo. E as principais delas são as dores nos joelhos. Por este motivo, o ex-camisa 10 do Flamengo avisou que será a última participação dele no "Jogo das Estrelas" - jogo beneficente que organiza anualmente.

Aproveitando as férias - atualmente Zico é técnico do Al Gharafa, do Qatar - o Galinho revela algumas "mandingas" para evitar problemas e poder entrar em campo.

- A gente toma umas ervas aí, que prepara na véspera do jogo, para poder aguentar - disse Zico com bom humor, em entrevista ao canal por assinatura SporTV.

Apesar da brincadeira, Zico falou sobre o problema, que afeta o dia a dia do ex-jogador:

- Não posso ficar muito tempo sentado com as pernas em 90 graus. No avião, tenho que ir em local que possa esticá-las. No restaurante, a mesma coisa. Não posso ficar com elas dobradas porque dói.

Zico aproveitará o evento de hoje para celebrar os 60 anos, completados no início de março deste ano.

Despedidas de Zico

Do Flamengo

Zico decidiu parar de jogar no segundo semestre de 1989. A última partida como profissional pelo time rubro-negro foi com uma vitória de 5 a 0 sobre o Flu. E com direito a gol de falta.

Adeus, Brasil!

Antes de partir para o Japão, o Galinho despediu-se em uma partida entre Flamengo e seleção do mundo. O jogo foi no Maracanã e terminou 2 a 2. Participaram craques como o italiano Gentile, o argentino Mario Kempes e o alemão Hans Müller.

Do outro lado do mundo

Zico fez a última partida pelo Kashima Antlers (JAP) em um amistoso contra o Flamengo, em junho de 1994. O time rubro-negro venceu com dois gols de Sávio, então um jovem promissor.