icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/02/2015
08:00

Até a quinta rodada, o Fluminense vinha bem no Campeonato Carioca,  com 100% de aproveitamento. Nas duas últimas rodadas, porém, a equipe perdeu e deixou o G4 da competição. A perda da liderança surgiu agora, mas, desde o início, a defesa tricolor tem sido criticada. A equipe só deixou de levar gol em uma das seis rodadas, no jogo contra o Boavista. Por conta dos problemas, a torcida deseja a volta de Gum, chamado de Guerreiro pelos torcedores.

A previsão do departamento médico do Fluminense para o retorno de Gum, que tem feito trabalhos específicos com os preparadores do clube, é para o início de março. Nesta semana e na próxima, o Tricolor terá jogos apenas aos domingos. O recesso pode ajudar muito no processo de recuperação do zagueiro tricolor.

O retorno de Gum, que se recupera após passar por uma cirurgia no apêndice, não é desejado apenas pela torcida, mas também pelo elenco do Fluminense. O lateral-esquerdo Giovanni destaca a experiência do zagueiro e como ele pode ajudar a equipe.

– O Gum é um líder, tem muito tempo de casa e estamos esperando o retorno dele. A equipe conta com muita qualidade técnica, nós temos ido pra cima, e acabamos por deixar alguns espaços. Precisamos marcar os contra-ataques dos adversários. Não podemos dar brechas. Com a semana cheia pra trabalhar, a gente vai corrigir isso aí. E a volta do Gum, com certeza, ajudará – afirmou Giovanni.

Para tentar resolver os problemas, o técnico Cristovão testou diferentes formações na defesa tricolor. O experiente Henrique foi o único a não ser sacado do time titular. Além dele, Guilherme Mattis, que ficou fora das primeiras rodadas do Estadual e se lesionou ao voltar, Victor Oliveira e João Filipe passaram pela zaga.

Uma alternativa seria o jovem Marlon, mas ele retornou apenas na semana passada, após defender a Seleção Brasileira sub-20 no Campeonato Sul-Americano.

As coisas não vão bem, mas o torcedor sempre tem esperança de que uma melhora aconteça. Enquanto Gum não retorna, o Tricolor torce para quem entrar manter, ao menos, a garra do Guerreiro.