icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/12/2013
16:59

De volta ao calendário do vôlei brasileiro depois de seis anos, a Copa Brasil terá uma novidade nesta temporada. Em 2014, a competição vai classiificar as equipes do país para o Cameponato Sul-Americano, tanto no masculino quanto no feminino. As disputas acontecerão em janeiro.

– A criação da Copa Brasil faz parte de um ajuste da FIVB em relação ao período de competições de clubes e seleções, que, agora, está mais bem organizado. Como todos os eventos de clubes devem acontecer até 15 de maio, optamos por colocar as vagas nos Sul-Americanos em jogo na Copa Brasil, para evitar qualquer prejuízo à Superliga – explicou o superintendente técnico da Confederação Brasileira de Vôlei, Renato D’Avila.

De acordo com o regulamento, o torneio feminino contará com os oito times que se avançaram às quartas de final da última Superliga. São eles Unilever, Molico/Osasco, Vôlei Amil, Sesi-SP, Banana Boat/Praia Clube, Pinheiros, Minas e Rio do Sul/Equibrasil.

As equipes serão divididas em dois grupos de quatro, que se enfrentarão entre si de 14 a 16 de janeiro. Os dois melhores de cada chave avançam às semifinais, no dia 17, que será em jono único. O mesmo valerá para a decisão, um dia depois.

Já no masculino, brigarão pelo título num sistema de eliminatórias simples os oito melhores do turno da atual edição da Superliga. As quartas de final serão disputadas no dia 15 de janeiro, nas casas das quatro equipes mais bem classificadas. Semis e decisão estão marcadas para os dias 23 e 25, respectivamente.

Na última edição da Copa Brasil, em 2008, o Finasa/Osasco faturou o título. Naquele ano, só as mulheres jogaram a competição. Em 2007, a Cimed, no masculino, e o Rexona Ades, no feminino, ficaram com a taça.