icons.title signature.placeholder Vinícius Perazzini
icons.title signature.placeholder Vinícius Perazzini
17/07/2013
09:23

Sem o Engenhão, o Botafogo fará do Maracanã a casa do clube pelos próximos dois anos – pelos menos. E o Glorioso já quer fazer o primeiro jogo como mandante no estádio em 1º de agosto, uma quinta-feira, às 19h30, contra o Vitória.

A versão final do contrato com o Consórcio Maracanã já está nas mãos do Botafogo. Inicialmente, o clube fecharia acordo para mandar de dez a 15 jogos no estádio por 35 anos, mas conseguiu rever o vínculo e colocar uma cláusula de rescisão sem custos que pode ser ativada quando o Engenhão for reaberto.

Antes, contudo, o Alvinegro enfrentará o rival Flamengo, dia 28. O mando de campo é do Rubro-Negro.

E MAIS
> Presidente do Consórcio do Maracanã abre o jogo e revela como será novo estádio
> Botafogo faz acordo com Maracanã e pode rescindir vínculo sem custos
> Diretoria do Botafogo não abre mão de jogar no Maracanã

O Botafogo não terá custos de manutenção e ficará com a renda dos 43 mil lugares populares existentes. Já o consórcio levará a verba das demais partes por partida.

Por contrato, o Glorioso terá direito a uma loja temática e um vestiário personalizado no Maracanã.

Sem o Engenhão, o Botafogo fará do Maracanã a casa do clube pelos próximos dois anos – pelos menos. E o Glorioso já quer fazer o primeiro jogo como mandante no estádio em 1º de agosto, uma quinta-feira, às 19h30, contra o Vitória.

A versão final do contrato com o Consórcio Maracanã já está nas mãos do Botafogo. Inicialmente, o clube fecharia acordo para mandar de dez a 15 jogos no estádio por 35 anos, mas conseguiu rever o vínculo e colocar uma cláusula de rescisão sem custos que pode ser ativada quando o Engenhão for reaberto.

Antes, contudo, o Alvinegro enfrentará o rival Flamengo, dia 28. O mando de campo é do Rubro-Negro.

E MAIS
> Presidente do Consórcio do Maracanã abre o jogo e revela como será novo estádio
> Botafogo faz acordo com Maracanã e pode rescindir vínculo sem custos
> Diretoria do Botafogo não abre mão de jogar no Maracanã

O Botafogo não terá custos de manutenção e ficará com a renda dos 43 mil lugares populares existentes. Já o consórcio levará a verba das demais partes por partida.

Por contrato, o Glorioso terá direito a uma loja temática e um vestiário personalizado no Maracanã.