icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/04/2014
18:31

Reincorporado pelo técnico Marquinhos Santos, Erick voltou com moral para a Bahia. No início do ano, fora dos planos para o time principal, ele foi emprestado para o União Barbarense. O jogador, porém, fez bonito: em 9 jogos, foram 7 gols e 5 assistências na equipe paulista.

O jogador, na última terça-feira, treinou normalmente com o restante do elenco no Fazendão. Ele, agora, luta por um espaço entre os titulares do grupo:

- A gente tem muito trabalho a fazer. Tenho muitas qualidades, mas tenho defeitos também. Tenho que corrigir isso. Tem grandes jogadores no elenco na minha posição, como Maxi Biancucchi e Rhayner. Respeito eles e vou lutar pelo meu espaço – declarou.

O atleta, além do bom desempenho dentro de campo no União Barbarense, também ganhou pontos com o técnico Marquinhos Santos por ter aceitado o desafio de atuar na equipe de São Paulo:

- A gente tem que procurar novas portas. Professor Marquinhos me deu todo apoio para eu ir para o União Barbarense. Fui bem lá e mostrei meu valor. Espero fazer o mesmo aqui no Bahia – acrescentou.

Erick, apesar de jovem, já possui grande história no futebol. O atleta começou jogando no Atlêntico, uma equipe de divisão de base de Salavador. De pois, acabou parando na República Tcheca, onde atuou no Signa Omoloc.

Durante período de férias na Bahia, fez um teste no Tricolor de Aço e acabou aprovado. Treinou por um ano com os times da base e, quando jogava no sub-23, foi promovido ao elenco principal pelo técnico Jorginho.