icons.title signature.placeholder Felipe Domingues
11/07/2014
18:44

O retorno de LeBron James ao Cleveland Cavaliers marca dois pontos no basquete americano: o fim de uma era em Miami e o possível recomeço de outra, em Ohio. Após passar sete anos no Cavs e deixar a equipe, em 2010, James dividiu a torcida e, agora, tenta reconquistá-la.

LeBron foi a primeira escolha do Cleveland no draft de 2003 e, logo na sua estreia, chegou à marca de 25 pontos, contra o Sacramento Kings, dando início ao que seria uma trajetória de sucesso em Ohio.

Em seu primeiro ano, foi eleito o "novato da temporada", igualando as médias de Michael Jordan e Oscar Robertson com ao menos 20 pontos, 5 rebotes e 5 assistências de média na temporada, se tornando o primeiro jogador do Cavaliers a conquistar o prêmio.

No ano seguinte, 2004, foi convocado ao All Star Game, além de quebrar o recorde de pontos do Cleveland em uma partida, com 56 contra o Toronto Raptors. LeBron se tornou o jogador mais jovem a entrar no time de estrelas da NBA, com uma média de 27 pontos, 7 rebotes e 7 assistências.


Em Cleveland, LeBron levou sua equipe à duas finais de Conferência e conquistou dois prêmios de MVP (Foto: Arquivo LANCE!)

Em 2006, James se tornou o MVP mais jovem do All Star Game, com 29 pontos, além de atingir uma média de 31 na temporada, com 7 rebotes e 6 assistências. No mesmo ano, o Cleveland chegou aos playoffs e caiu na segunda rodada, para o Detroit Pistons.

Na temporada de 2007, com uma renovação de contrato por três anos, James levou sua equipe à final da Conferência Leste, onde a equipe foi derrotada, novamente, pelo Pistons. No jogo 5 da decisão, LeBron conseguiu uma das maiores partidas da história dos playoffs, com 48 pontos, 9 rebotes e 7 assistências, marcando 29 dos últimos 30 pontos do Cavaliers no jogo.

No ano seguinte, conquistou seu primeiro título de MVP, após uma temporada de 66-16 do Cavs. Novamente, o Clevelando foi à final de Conferência, sendo derrotado pelo Orlando Magic.


No Miami Heat, LeBron James conquistou dois campeonatos e dois prêmios de MVP da NBA (Foto: AFP)

Em 2009, seu último ano com o Cavaliers, LeBron foi novamente eleito o melhor jogador do ano, mas viu sua equipe cair na segunda rodada dos playoffs, perdendo para o Boston Celtics.

Assim, LeBron decidiu seguir para o Miami Heat. sua decisão foi televisionada e levantou mais de US$ 6 milhões (cerca de R$ 14 milhões), doados à caridade. Sua decisão causou comoção em Cleveland, com vídeos de torcedores queimando sua camisa, jogadores condenando sua atitude e até mesmo o presidente da equipe criticando sua decisão.

No Miami, LeBron conquistou dois títulos e chegou à quatro finais da NBA. Em seu segundo ano na equipe, foi eleito MVP e foi campeão da NBA, repetindo o feito no ano seguinte.

Agora, de volta à Cleveland, os sentimentos são dúbios. Fãs querem ver seu time forte e tem em LeBron a esperança do retorno do bom basquete, enquanto alguns, ainda o veem como um traidor. A real história terá seu primeiro capítulo contado no Brasil, no dia 11 de outubro, com o retorno de LeBron James às quadras, contra o Miami Heat.

Divididos, torcedores do Cleveland Cavaliers queriam a volta de LeBron James, ao mesmo tempo que não esquecem a "traição" (Foto: Jason Miller/AFP)