icons.title signature.placeholder Luis Fernando Coutinho
icons.title signature.placeholder Luis Fernando Coutinho
04/07/2013
08:05


De forma real ou abstrata, a vida ensina que, quando uma pessoa cai, ela precisa de uma mão que a ajude a se levantar. Eis uma história que relata a veracidade do ato. João Pedro Moraes nasceu com uma doença óssea rara no fêmur chamada epifisiólise. No dia 24 de junho do ano passado, o menino de 12 anos tropeçou enquanto subia as escadas de sua escola, caiu e, por um tempo, não pôde se levantar. Mas, meses depois, Anderson Silva apareceu em seu caminho. A mão do lutador, conhecida pelos golpes impressionantes aplicados nos adversários no UFC, dessa vez, foi estendida para levantar o corpo e a esperança de uma criança.

No último dia 28 de março, João acompanhou a mãe em uma consulta com o dentista Eduardo Picanço, que também tem Anderson como cliente. Como um profissional acostumado a cuidar do sorriso das pessoas, Eduardo, que sabia sobre a idolatria que o menino tinha em relação ao Spider, promoveu um encontro surpresa entre o fã e seu ídolo. O vídeo em que João aparece chorando nos braços do campeão rodou o mundo. Três meses depois, o LANCE!Net foi até a clínica da Dra. Ângela Cortês, localizada na Barra da Tijuca, para acompanhar a uma sessão de fisioterapia do menino e comprovar a força de um ídolo na vida de uma criança. O jovem, que antes se locomovia de cadeira de rodas, hoje já está de pé e contando os dias para voltar a lutar.

O ídolo e seu fã: Anderson Silva mudou a vida de João Pedro (FOTO: Arquivo Pessoal)

- Aquele encontro foi emocionante. Não esperava aquilo. Mesmo. Foi totalmente inesperado. Foi emocionante (choro). O Anderson me ajudou muito. Ele que me fez levantar de novo. Ele é o meu ídolo, sempre gostei muito dele. Ele não é só um herói dentro do octógono. Fora dele também é. Me ajudou bastante na minha recuperação. Agradeço muito a ele. Cheguei a falar com ele no celular, ele disse que queria treinar comigo quando eu melhorasse - disse João, que não segurou as lágrimas ao falar do ídolo.

Toda essa gratidão não é para menos. Quando conheceu Anderson, o menino estava na cadeira de rodas há nove meses desde o acidente, já havia passado por duas cirurgias, e médico algum pudera dar qualquer diagnóstico que oferecesse previsão de se ou quando João poderia voltar a andar. Minutos após conhecer a história de seu fã no encontro, Anderson ligou para sua fisioterapeuta. Ângela Cortês foi indicada pelo campeão para cuidar do caso. O resultado da atitude de Spider foi que, após três semanas de sessões de fisioterapia, João já estava dando os primeiros passos.

João Pedro, a mãe, Flávia Mello, e o fisioterapeuta Daniel Machado (FOTO: Luis Fernando Coutinho)

- Não acreditei no que o Anderson fez. Depois do encontro, ele saiu da sala, ligou para a Ângela, e voltou com ela no telefone, dizendo que a mesma cuidaria do João. Em três semanas meu filho já estava ficando em pé sozinho. Sei que tem a mão de Deus nisso tudo. Quando alguém, que é o doutor Eduardo, resolveu fazer esse link com o Anderson na vida do meu filho... Dali, o Anderson trouxe a Ângela e o Daniel, que cuida dele... O Anderson deu esperança, deu o sonho de volta. A partir dali, vi que Deus estava no controle e que a doença estava virando passado. O herói do meu filho é o meu herói também. Anderson é incrível. Ele não precisava ter feito metade do que fez pelo meu filho. Hoje, atesto que ele é um herói de verdade - relatou Flávia Mello, mãe do jovem.

 
 João quer lutar (FOTO: Luis Fernando Coutinho)

Além de Ângela Cortês, renomada fisioterapeuta que ficou conhecida após tratar da lesão de Rodrigo Minotauro no início de 2011 e recuperar o lutador para futuras batalhas no MMA, Daniel Machado, coordenador da equipe de Ângela é quem cuida atualmente da recuperação de João.

- A Ângela cuidou do João no início e agora eu cuido dele. O João é muito dedicado, está sempre feliz e animado para as sessões. Estamos em fase final de tratamento. Acredito que, dentro de um mês, ele já possa treinar devagar. Agora, vamos mudar o foco da recuperação para a parte postural, e seguir o fortalecimento - projetou o profissional.

A previsão é música para os ouvidos de João, que sorri a cada relato de conquista superada. O jovem aguarda ansiosamente pelo retorno aos treinos de jiu-jitsu e muay thai. Mais do que isso, o "professor" de sua volta será o próprio Anderson. O campeão quer ensinar algumas técnicas ao menino. Mas, ensinar uma criança a lutar MMA será fácil para quem já ensinou o mesmo a lutar pela vida. A primeira lição, João já aprendeu. Forte e confiante no futuro, o menino até se arrisca a desafiar o maior campeão do UFC e mandar um recado antes do primeiro treino:

- Anderson, você vai ter que treinar mais para treinar comigo (risos) - brincou.

Como um verdadeiro fã, João Pedro não perdeu a chance de mandar ao campeão uma mensagem de apoio para o combate deste sábado, onde Anderson Silva defende o cinturão dos médios do UFC diante de Chris Weidman. A aposta é otimista.

- Anderson, boa sorte! Estou acreditando muito em você. Você sabe que não é um herói só dentro do octógono. É fora dele também. Tenho certeza de que você vai ganhar dele (Weidman). Acredito muito em você. Parabéns por tudo. Obrigado por você ter me ajudado na recuperação e eu sei que você vai ganhar dele. Acho que vai ser nocaute no segundo round - declarou.

E olha que Anderson, hoje o maior ídolo do esporte individual brasileiro, se preocupa em mudar a imagem dos heróis do país. Se continuar do jeito que está, pode continuar derrubando seus adversário no UFC e levantando jovens sonhadores que aprendem com seu exemplo o significado da palavra superação. Pode ficar tranquilo, Spider. O papel de ídolo está bem representado.

O canal Combate fará a transmissão completa do UFC 162, neste sábado, a partir das 19h30

Confira as lutas do evento
Card Principal
Anderson Silva x Chris Weidman
Frankie Edgar x Charles Do Bronx
Tim Keneddy x Roger Gracie
Mark Muñoz x Tim Boetsch
Cub Swanson x Dennis Siver
Card Preliminar
Chris Leben x Andrew Craig
Norman Parke x Kazuki Tokudome
Edson Barboza x Rafaello Trator
Gabriel Napão x Dave Herman
Seth Baczynski x Brian Melancon
Mike Pearce x David Mitchell


De forma real ou abstrata, a vida ensina que, quando uma pessoa cai, ela precisa de uma mão que a ajude a se levantar. Eis uma história que relata a veracidade do ato. João Pedro Moraes nasceu com uma doença óssea rara no fêmur chamada epifisiólise. No dia 24 de junho do ano passado, o menino de 12 anos tropeçou enquanto subia as escadas de sua escola, caiu e, por um tempo, não pôde se levantar. Mas, meses depois, Anderson Silva apareceu em seu caminho. A mão do lutador, conhecida pelos golpes impressionantes aplicados nos adversários no UFC, dessa vez, foi estendida para levantar o corpo e a esperança de uma criança.

No último dia 28 de março, João acompanhou a mãe em uma consulta com o dentista Eduardo Picanço, que também tem Anderson como cliente. Como um profissional acostumado a cuidar do sorriso das pessoas, Eduardo, que sabia sobre a idolatria que o menino tinha em relação ao Spider, promoveu um encontro surpresa entre o fã e seu ídolo. O vídeo em que João aparece chorando nos braços do campeão rodou o mundo. Três meses depois, o LANCE!Net foi até a clínica da Dra. Ângela Cortês, localizada na Barra da Tijuca, para acompanhar a uma sessão de fisioterapia do menino e comprovar a força de um ídolo na vida de uma criança. O jovem, que antes se locomovia de cadeira de rodas, hoje já está de pé e contando os dias para voltar a lutar.

O ídolo e seu fã: Anderson Silva mudou a vida de João Pedro (FOTO: Arquivo Pessoal)

- Aquele encontro foi emocionante. Não esperava aquilo. Mesmo. Foi totalmente inesperado. Foi emocionante (choro). O Anderson me ajudou muito. Ele que me fez levantar de novo. Ele é o meu ídolo, sempre gostei muito dele. Ele não é só um herói dentro do octógono. Fora dele também é. Me ajudou bastante na minha recuperação. Agradeço muito a ele. Cheguei a falar com ele no celular, ele disse que queria treinar comigo quando eu melhorasse - disse João, que não segurou as lágrimas ao falar do ídolo.

Toda essa gratidão não é para menos. Quando conheceu Anderson, o menino estava na cadeira de rodas há nove meses desde o acidente, já havia passado por duas cirurgias, e médico algum pudera dar qualquer diagnóstico que oferecesse previsão de se ou quando João poderia voltar a andar. Minutos após conhecer a história de seu fã no encontro, Anderson ligou para sua fisioterapeuta. Ângela Cortês foi indicada pelo campeão para cuidar do caso. O resultado da atitude de Spider foi que, após três semanas de sessões de fisioterapia, João já estava dando os primeiros passos.

João Pedro, a mãe, Flávia Mello, e o fisioterapeuta Daniel Machado (FOTO: Luis Fernando Coutinho)

- Não acreditei no que o Anderson fez. Depois do encontro, ele saiu da sala, ligou para a Ângela, e voltou com ela no telefone, dizendo que a mesma cuidaria do João. Em três semanas meu filho já estava ficando em pé sozinho. Sei que tem a mão de Deus nisso tudo. Quando alguém, que é o doutor Eduardo, resolveu fazer esse link com o Anderson na vida do meu filho... Dali, o Anderson trouxe a Ângela e o Daniel, que cuida dele... O Anderson deu esperança, deu o sonho de volta. A partir dali, vi que Deus estava no controle e que a doença estava virando passado. O herói do meu filho é o meu herói também. Anderson é incrível. Ele não precisava ter feito metade do que fez pelo meu filho. Hoje, atesto que ele é um herói de verdade - relatou Flávia Mello, mãe do jovem.

 
 João quer lutar (FOTO: Luis Fernando Coutinho)

Além de Ângela Cortês, renomada fisioterapeuta que ficou conhecida após tratar da lesão de Rodrigo Minotauro no início de 2011 e recuperar o lutador para futuras batalhas no MMA, Daniel Machado, coordenador da equipe de Ângela é quem cuida atualmente da recuperação de João.

- A Ângela cuidou do João no início e agora eu cuido dele. O João é muito dedicado, está sempre feliz e animado para as sessões. Estamos em fase final de tratamento. Acredito que, dentro de um mês, ele já possa treinar devagar. Agora, vamos mudar o foco da recuperação para a parte postural, e seguir o fortalecimento - projetou o profissional.

A previsão é música para os ouvidos de João, que sorri a cada relato de conquista superada. O jovem aguarda ansiosamente pelo retorno aos treinos de jiu-jitsu e muay thai. Mais do que isso, o "professor" de sua volta será o próprio Anderson. O campeão quer ensinar algumas técnicas ao menino. Mas, ensinar uma criança a lutar MMA será fácil para quem já ensinou o mesmo a lutar pela vida. A primeira lição, João já aprendeu. Forte e confiante no futuro, o menino até se arrisca a desafiar o maior campeão do UFC e mandar um recado antes do primeiro treino:

- Anderson, você vai ter que treinar mais para treinar comigo (risos) - brincou.

Como um verdadeiro fã, João Pedro não perdeu a chance de mandar ao campeão uma mensagem de apoio para o combate deste sábado, onde Anderson Silva defende o cinturão dos médios do UFC diante de Chris Weidman. A aposta é otimista.

- Anderson, boa sorte! Estou acreditando muito em você. Você sabe que não é um herói só dentro do octógono. É fora dele também. Tenho certeza de que você vai ganhar dele (Weidman). Acredito muito em você. Parabéns por tudo. Obrigado por você ter me ajudado na recuperação e eu sei que você vai ganhar dele. Acho que vai ser nocaute no segundo round - declarou.

E olha que Anderson, hoje o maior ídolo do esporte individual brasileiro, se preocupa em mudar a imagem dos heróis do país. Se continuar do jeito que está, pode continuar derrubando seus adversário no UFC e levantando jovens sonhadores que aprendem com seu exemplo o significado da palavra superação. Pode ficar tranquilo, Spider. O papel de ídolo está bem representado.

O canal Combate fará a transmissão completa do UFC 162, neste sábado, a partir das 19h30

Confira as lutas do evento
Card Principal
Anderson Silva x Chris Weidman
Frankie Edgar x Charles Do Bronx
Tim Keneddy x Roger Gracie
Mark Muñoz x Tim Boetsch
Cub Swanson x Dennis Siver
Card Preliminar
Chris Leben x Andrew Craig
Norman Parke x Kazuki Tokudome
Edson Barboza x Rafaello Trator
Gabriel Napão x Dave Herman
Seth Baczynski x Brian Melancon
Mike Pearce x David Mitchell