icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
08/02/2015
11:12

O Brasil passou com suas quatro duplas às semifinais da etapa do Uruguai do Circuito Sul-Americano, neste sábado e garantiu ao menos duas medalhas no torneio disputado em Montevidéu. No masculino, André/Marcus Borlini (ES) farão uma semifinal brasileira contra Bernardo Lima/Ramon Gomes (CE/RJ). Já no naipe feminino, Fabíola/Thais (DF/RJ) encara as uruguaias Fabiana Gomez/Mariana Guerrero, e Andressa/Tainá (PB/SE) joga contra as argentinas Virginia Zonta/Ana Klug.

As semifinais, disputas de bronze e finais acontecem neste domingo, cNa primeira etapa do Sul-Americano 14/15, no Equador, o Brasil conquistou dois ouros (Jô/Léo Vieira e Duda/Carolina Horta), uma prata (Elize Maia/Josi) e um bronze (Daniel Lazzari/Felipe Cavazin).

O Brasil começou o dia com vitória ainda pela fase de grupos. Fabíola/Thais (DF/RJ) venceu as colombianas Andrea e Claudia Galindo por 2 sets a 1 (18/21, 21/16 e 15/11), garantindo a liderança da chave. Horas mais tarde, pelas quartas de final, triunfo sobre as venezuelanas Olaya Pazos/Norisbeth Agudo por 2 sets a 1 (19/21, 21/15 e 15/6), novamente de virada, conquistando a classificação ao ‘final four’ e mantém a inventividade na competição.

Andressa e Tainá (PB/SE) iniciaram o sábado vencendo as chilenas Maríafrancisca Rivas e Natalia Depassier por 2 sets a 1 (17/21, 21/12, 15/10), se recuperaram de tropeço no dia anterior e chegando às quartas de final. Na fase eliminatória, vitória por 2 sets a 0 (21/16, 22/20) sobre colombianas Andrea e Claudia Galindo, marcando mais uma presença brasileira nas semifinais.

No naipe masculino, Bernardo Lima e Ramon Gomes (RJ) mantiveram os 100% de aproveitamento na competição. Ainda pela fase de grupos, vitória por 2 sets a 0 (27/25, 21/19) sobre os argentinos Ian Mehamed e Pablo Bianchi. Nas quartas de final, mais um bom resultado, desta vez contra os venezuelanos Jackson Enriquez e Jesús Villafañe: 2 sets a 1 (20/22, 21/19, 15/9), garantindo a vaga às semifinais da competição continental.

A outra dupla do país no torneio masculino também segue sem derrotas. Pela fase de grupos, André e Marcus Borlini (ES) abriram o dia vencendo os uruguaios Guillermo Williman e Mauricio Vieyto por 2 sets a 0 (21/16, 21/12). Em seguida, nas quartas de final, eliminaram os argentinos Nicolás Capogrosso e Santiago Aulisi por 2 sets a 0 (21/16, 21/18), completando o cenário positivo para o Brasil na competição.